Cabelo seco: descubra as principais causas e como recuperar o brilho dos fios

0 132

O cabelo seco, apesar de comum, preocupa muitas mulheres. Isso porque ele tira o aspecto de saúde dos fios e ainda remove o brilho. No entanto, é possível contornar a condição em casa e deixar as madeixas mais lindas do que nunca, confira:

 

Qual a diferença entre cabelos secos e ressecados?

Para começar, é preciso entender a diferença entre os dois. Isso porque a denominação “cabelo seco”, na verdade, diz respeito ao couro cabeludo. Ele ocorre naturalmente, quando a raiz não produz oleosidade o suficiente para hidratar todo o fio. É muito comum, por exemplo, nas cacheadas, uma vez que a curvatura dos fios dificulta a passagem dos nutrientes e óleos da raiz até as pontas.

 

cabelo seco ou ressecado
Imagem: Lesley (Reprodução / Instagram)

 

Um cabelo ressecado, por outro lado, é uma condição momentânea causada por agressões externas. Quanto utilizamos muita chapinha, secador ou procedimentos químicos, por exemplo, a estrutura do fio é alterada. Com isso, as cutículas se abrem e, consequentemente, o fio não consegue manter a hidratação.

Desse modo, é mais fácil tratar um ressecamento pontual, como os que ocorrem no Inverno, por exemplo.  Já o cabelo seco precisa de cuidados constantes para que os fios estejam sempre brilhantes, bem nutridos e hidratados.

 

O que causa ressecamento nos fios?

Na sequência, vamos abordar alguns procedimentos que pioram o estado natural dos cabelos secos e podem causar ressecamento até mesmo nas madeixas mais oleosas. Portanto, é preciso ter cuidado para não piorar o problema.

 

1. Calor em excesso

Em primeiro lugar, o maior vilão dos cabelos. Chapinhas, secadores e baby liss podem detonar os fios, causando quebra e uma aparência pouco saudável. Por isso, quem tem cabelo seco deve ter muito cuidado com o uso regular desses equipamentos. Sendo assim, o ideal é evitar ao máximo. Contudo, caso seja extremamente necessário, aposte em bons protetores térmicos e tente utilizar a temperatura média.

2. Excesso de lavagem pode piorar os cabelos secos

Ainda que a sensação de limpeza seja tentadora, tome cuidado com os excessos. Manter a higiene adequada do cabelo é importante, mas exagerar na frequência pode acabar removendo a oleosidade natural. Portanto, reduza a quantidade e evite a água quente.

Naturalmente, o cabelo cacheado é mais sujeito ao ressecamento. Então, para quem tem cachos, lavar o cabelo uma ou duas vezes por semana pode ser o suficiente.  Use um condicionador suave e profundo para manter o cabelo com aspecto e sensação de nutrição. Depois de lavar o cabelo, dê tapinhas – não esfregue – o cabelo seque. Isso ajuda a prevenir a perda adicional de umidade.

 

o que causa cabelo seco
Imagem: Reprodução / Instagram

 

3. Agressões ambientais externas

De acordo com a Garnier, a superexposição ao sol, calor extremo, ventos frios e baixa umidade podem afetar seu cabelo. Por isso, para reduzir o risco de danos ao cabelo, sempre proteja os fios com chapéus ou bonés quando for aproveitar o dia na praia.

Quem pratica natação como esporte, por exemplo, deve apostar nas tocas para evitar os danos causados pelo cloro. Por fim, também é interessante enxaguar as madeixas imediatamente após deixar a piscina, eliminando os produtos nocivos dos fios.

 

4. Utilizar os produtos errados para o seu tipo de cabelo

Como você já deve imaginar, escolher um produto que não é formulado para o seu tipo de cabelo pode ter consequências, como ressecamento.

Sendo assim, ao selecionar um shampoo e condicionador, sempre verifique o rótulo do produto para o cabelo antes de comprar. Sempre que possível,  evite aqueles com álcool (que podem retirar os óleos naturais e a umidade do seu cabelo). O ideal, portanto, é investir nos produtos formulados com óleos e extratos vegetais nutritivos tais como óleo de abacate, óleo de argan ou extrato de aveia.

Como hidratar o cabelo seco?

hidratação para cabelos secos
Imagem: Reprodução / Instagram

 

Em primeiro lugar, você deve se preocupar em não remover a oleosidade natural, tão escassa, da raiz. Por isso, invista em um bom shampoo hidratante ou nas versões em barra, que são menos agressivas. Para as cacheadas, os produtos no poo e low poo também fazem sucesso. Uma vez que essas opções são livres (ou possuem fórmulas reduzidas) de surfactantes, elas promovem uma limpeza bem suave, que preserva a oleosidade natural dos fios.

Além disso, não abra mão de um bom cronograma capilar. Você pode, por exemplo, investir em hidratações caseiras com ingredientes acessíveis e naturais. Abacateazeite e até mesmo óleo de semente de uva são alternativas excelentes.

Por fim, além de escolher um condiconador nutritivo, você também deve escolher boas máscaras de hidratação. Caso ainda não seja o suficiente, é possível turbinar a rotina capilar com hidronutrição e umectação com óleos vegetais.


Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy