Óleos vegetais para cabelo: descubra as melhores opções para os fios

2 5.155

Os óleos vegetais para cabelos são opções naturais e excelentes para tratar os fios. Eles atuam tanto na umectação quanto na finalização. Descubra tudo sobre as principais opções:

 

Qual o melhor óleo vegetal para o cabelo?

Para começar, antes de escolher o óleo é importante identificar seu tipo de cabelo e a necessidade específica dele. Isso porque alguns ingredientes funcionam melhor em cabelos ressecados, enquanto outros são perfeitos para os fios oleosos.

Sendo assim, é fundamental notar que o melhor óleo é aquele que se adapta para você. Desse modo, aproveite para entender melhor os benefícios de cada tipo e escolha o seu.

 

óleos vegetais umectação
Imagem: Reprodução / Instagram

 

Por que usar óleos para hidratar os cabelos?

O uso dos óleos vegetais para cabelos é muito antigo e ainda faz o maior sucesso em muitos países. Nos últimos anos, com a alta das técnicas no poo e low poo, essas alternativas naturais ganharam cada vez mais destaque.

Diferentemente do óleo mineral, os óleos vegetais conseguem nutrir profundamente os fios, transportando vitaminas lipossolúveis como A, D, E e K para dentro das madeixas. Ademais, uma vez que eles são umectantes, lubrificantes e emolientes, o resultado do uso contínuo é um cabelo muito mais saudável e bem hidratado.

Contudo, mesmo apesar dos benefícios, é preciso entender como cada óleo se comporta e acertar na dosagem. Isso porque ao usar os ingredientes puros, é preciso ter cuidado para não deixar os fios muito pesados ou oleosos.

Mas não se preocupe: com o tempo, você pega o jeito e logo descobre qual é o melhor óleo vegetal para suas madeixas.

 

óleos vegetais para cabelos
Imagem: Reprodução / Instagram

 

Os melhores óleos vegetais

Agora que você já sabe um pouco mais sobre essas maravilhas da natureza, hora de falar sobre os benefícios e usos específicos de cada óleo vegetal. Como aqui na Pajaris somos fãs de beleza natural, vale clicar nos links e conferir nossas matérias exclusivas sobre cada um.

 

1. Óleo de coco para fios muito ressecados e sem vida

Em primeiro lugar no ranking de óleos vegetais para cabelo, é claro que o queridinho não poderia faltar. Ele é rico certamente é um dos mais conhecidos e faz sucesso principalmente entre as cacheadas. Mas é preciso ficar alerta, pois o óleo de coco no cabelo nem sempre é o ideal.

De acordo com pesquisas recentes, ele é o tipo de ingrediente 8 ou 80. Isso porque, devido às suas propriedades altamente nutritivas, ele realmente faz maravilhas pelos cabelos ressecados, porosos e sem vida.

Por outro lado, o uso contínuo pode saturar os fios saudáveis, pois o óleo de coco penetra profundamente no fio, impedindo que a água entre. Isso, por fim, pode deixar os cabelos bem desidratados. Portanto, mesmo que seja o mais famoso entre todos, é preciso ter atenção redobrada na hora de usar.

 

2. Óleo de rícino para acelerar o crescimento capilar

Em segundo, o melhor óleo para cabelos e sobrancelhas mais cheios. O óleo de rícino é rico em ácido ricinoleico e ácidos graxos ômega-6.Por isso, ele estimula a circulação sanguínea, promovendo o crescimento saudável dos fios.

Além disso, o ingrediente também atua no combate à queda capilar, pois ajuda a fortalecer as raízes. Ainda que se trate de um produto relativamente fácil de encontrar em farmácias, o ideal é sempre prezar pelas versões mais puras, de preferência orgânicas e prensadas a frio.

De acordo com a Dra. Janyele Sales, médica de família e comunidade, mulheres grávidas ou lactantes devem evitar o uso do óleo de rícino. De acordo com a profissional, alguns estudos apontam que o uso do ingrediente é capaz de induzir o parto ou até mesmo intoxicar o bebê, no caso das lactantes.

 

como hidratar o cabelo com óleos vegetais
Imagem: Reprodução / Instagram

 

3. Óleo de abacate para nutrir profundamente os fios

Assim como o item anterior, o óleo de abacate também auxilia no crescimento capilar. Além disso, ele combate a caspa, nutre os fios e é fonte de vitaminas A, D e K.

Como se trata de um óleo bem pesado, quem tem fios naturalmente oleosos deve evitar. Já para as crespas e cacheadas, o ingrediente promete fazer diferença dentro do cronograma capilar. Ele pode ser utilizado sozinho, na etapa de umectação, ou, ainda, como complemento para máscaras que você já tem em casa.

 

4. Óleo de jojoba para cabelos brilhantes e sedosos

Por fim, um óleo bem levinho que promete agradar até mesmo os fios mais finos, ralos e oleosos. Uma vez que a semente da jojoba possui propriedades semelhantes às do sebo natural da pele, esse óleo promove uma regeneração profunda, mas sem pesar.

Ele também ajuda a combater o frizz e reduz a quebra dos fios, podendo também auxiliar no combate à queda capilar.

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy