Como tomar sol em casa durante a quarentena

Hoje a vitamina D é considerada o principal estimulador do sistema imunológico.

Com a crise do novo coronavírus, tudo mudou na vida da maioria da população. Dizer que todos estamos vivendo tempos difíceis é um eufemismo. Não poder sair de casa, a menos que seja absolutamente necessário, não é uma situação que já experimentamos antes. Por isso, tomar sol em casa é a única maneira de nos bronzearmos e ingerir vitamina D durante esse período. No entanto, existem regras a serem respeitadas para proteger a pele.

Qual a importância de tomar sol na quarentena?

Quando a luz solar natural atinge a pele ele aciona o corpo da produção de vitamina D. A vitamina D também é conhecida como “a vitamina do sol”. É um ingrediente crucial para a saúde geral; protege contra inflamações, reduz a pressão alta , ajuda os músculos, melhora a função cerebral e pode até proteger contra o câncer.
Seu corpo produz vitamina D naturalmente quando é diretamente exposto à luz solar. Você também pode obtê-lo através de certos alimentos e suplementos para garantir níveis adequados de vitamina no sangue.

A vitamina D tem várias funções importantes. Talvez o mais importante seja regular a absorção de cálcio e fósforo e facilitar a função normal do sistema imunológico. Conseguir uma quantidade suficiente de vitamina D é importante para o crescimento e desenvolvimento normais dos ossos e dentes, além de melhorar a resistência a certas doenças.

Coloque um biquíni e tome sol no quinta (Foto: Pajaris)

É recomendado tomar sol entre 10h da manhã e 15h da tarde. Este é o período de maior incidência dos raios ultra violeta B que auxiliam na absorção da vitamina D pelo organismo.

Como tomar sol em casa

Este ano, no entanto, o mar parece muito distante, e com um bloqueio ainda em andamento, como podemos nos beneficiar do sol? Simples, usando os terraços, varandas ou jardins do condomínio, é possível começar a dourar a pele.

Para tomar sol em casa também é preciso usar protetor (Foto: Shutterstock)

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Para conseguir um bronzeado natural e saudável através da exposição solar, é importante tomar vários cuidados, como aplicar protetor com FPS alto e de amplo espectro em todo o corpo, 20 a 30 minutos antes de se expor ao sol; reaplicar o produto a cada 3 ou 4 horas; evitar os horários em que o sol está mais forte e hidratar a pele depois para manter a cor.

Aproveite para fazer uma marquinha com um biquíni cortininha (o favorito das mulheres por causa da marquinha) e use um chapéu para proteger o rosto, e não se esqueça: o importante é ter a pele protegida.

Atriz Flavia Alessandra também usa Pajaris em banho de sol.

Para quem quer um resultado imediato, os autobronzeadores são cremes à base de uma substância que, quando entra em contato a pele, proporciona um efeito dourado que parece aquele bronzeado feito pelo sol. Esse produto reage apenas na camada mais superficial de pele (a epiderme), e além da cor, costuma manter a pele saudável e hidratada. O efeito desse produto também costuma durar de 7 a 10 dias.

Tomar sol no apartamento

Para quem possui um jardim ou quintal grande em casa, a saída é mais simples: sentar-se pelo tempo necessário do lado de fora de casa. Porém, nas grandes cidades, cada vez mais pessoas vivem em apartamentos e não têm a mesma opção, mas também é possível absorver a vitamina D sem sair do apartamento.

Para isso, basta abrir as janelas de casa e ficar próximo de alguma delas e deixar os braços e pernas expostos por 20 minutos. Não é necessário vestir roupas de banho ou deitar-se ao sol, como as pessoas fazem na praia, mas é importante abrir a janela, pois o vidro pode atrapalhar a absorção dos raios ultravioletas, que estimulam a produção de vitamina D.

Ilustração de Agathe Sorlet (Reprodução)

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Pelo mesmo motivo, não é recomendado passar filtro solar. Embora ele seja importante para prevenir o câncer de pele, essa exposição controlada ao sol é benéfica para o organismo. Se a ideia é manter o banho de sol sem deixar o rosto ou a cabeça à mostra, deixar pelo menos 15% do corpo em exposição solar já é o suficiente, dizem os especialistas.

Mas se você quer caprichar e aproveitar o momento, forre uma canga e escolha e aproveite com seu biquíni cortininha.

Alimentos com vitamina D

Assim como o sol, alguns alimentos também contribuem para a vitamina D (Foto: Shutterstock)

A boa notícia é que alguns alimentos são capazes de ajudar a repor a vitamina D no corpo. Uma dieta rica em alimentos como sardinha, fígado bovino, ovos, iogurte e manteiga, é uma boa fonte para repor os níveis desse hormônio tão importante. Contudo, vale lembrar que é por meio da exposição solar que obtemos 80 a 90% da vitamina absorvida. Portanto, nenhum alimento substitui completamente a rotina de banho de sol.

A nutrição é um fator muito importante a ser levado em consideração também para o banho de sol. Comer alimentos à base de vitamina E ou C aumentará o nível de antioxidantes no organismo. O mesmo vale para os alimentos que contêm melatonina. Ele mencionou tomar vegetais e frutas alaranjadas . Um exemplo? Cenouras, damascos, abóboras e laranjas.

Lembre-se de beber água, chás, ou sucos após o banho de sol para a reposição de líquidos. Neste momento de tantas incertezas que atravessamos, nada é mais certo e seguro que o sol que nasce a cada dia, trazendo luz e calor.

Aproveite para tomar sol em casa.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Siga-nos no 
Comentários (2)
Comentar