Óleo de Alho faz bem para a saúde e estimula o crescimento capilar

O óleo de alho faz sucesso em todo o mundo graças aos seus benefícios à saúde. Ele também tem propriedades terapêuticas, que combatem muitas  doenças. Que tal conhecer um pouco mais sobre o ingrediente natural?

 

Para que serve o óleo de alho?

 

Primeiramente, o alho (Allium sativum L.) é originário da Ásia Central. A planta é utilizada na medicina tradicional desde tempos mais antigos. Assim, o alho é conhecido não só por seu sabor, mas também por suas propriedades digestivas e regeneradoras.

O óleo de alho pode ser usado como diurético, expectorante e estimulante. Essa planta foi muito utilizada no tratamento da tratar tuberculose, tosse e resfriado na medicina antiga. Além disso, extratos também mostraram atividade de combate a fungos e bactérias.

Por fim, o óleo de alho ainda possui propriedades antiparasitárias, antivirais e até mesmo inseticidas

 

Imagem: Reprodução / Unsplash

 

Benefícios do óleo de alho

Na sequência, você vai descobrir as principais propriedades desse produto natural.

 

É considerado um remédio eficaz para doenças de pele e feridas

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com estudos, o óleo e os extratos de alho contém propriedades antiinflamatórias, antibacterianas, fibrinolíticas e cicatrizantes. Portanto, podem se tornar um substituto dos antibióticos e antissépticos clássicos.

Segundo um artigo publicado pela Dermatology Reports, os extratos de alho também são eficazes na cura de uma variedade de doenças de pele. Entre elas estão os casos de dermatite atópica, acne, psoríase, infecções fúngicas. Ademais, também melhora cicatrizes, rugas e outros sinais de envelhecimento.

Contudo, é fundamental consultar um dermatologista de confiança antes de iniciar qualquer tratamento alternativo. Isso inclui até mesmo produtos naturais. Ainda que o óleo de alho em cápsulas entre nessa categoria, você não deve negligenciar os cuidados com a saúde.

 

Pode promover a saúde do coração

O óleo de alho certamente reduz o risco de doenças cardiovasculares. Seu principal componente ativo é responsável pelos efeitos que previnem coágulos sanguíneos em pacientes e indivíduos saudáveis.

Ademais, o óleo também aumenta a elasticidade dos vasos sanguíneos e a circulação. Portanto, pode diminuir o risco de doenças do coração.

 

Fortalece e aumenta a imunidade

Em terceiro lugar, mais um benefício comprovado do alho. Rico em ativos anti-inflamatórios, ele acelera a resposta imune do organismo contra inflamações, elevando o número de anticorpos. Isso não apenas aumenta a imunidade, como ajuda a prevenir diversas doenças.

 

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Imagem: Reprodução / Pexels

 

Reduz o colesterol ruim

De acordo com o jornal Times Of India, um estudo publicado pelo American Journal of Nutrition afirmou que o óleo de alho, de fato, tem um efeito redutor do mau colesterol.

Ademais a pesquisa sugere que, quando associado a um óleo rico em ômegas, o efeito é potencializado.

 

Efeitos colaterais

Ainda que se trate de um produto natural, é preciso ter cuidado na ingestão. Isso ocorre porque o óleo de alho contém alguns ativos que são prejudiciais ao fígado. Porém, apenas em grandes doses.

Nesses casos, alguns dos sintomas podem incluir: dermatite, halitose, disfunção gastrointestinal e eczema. Aliás, consumir alho cru em grande quantidade também pode causar efeitos adversos.

Apesar disso, o óleo entra na categoria de substância não tóxica para humanos. Não existe ainda uma dosagem recomendada de ingestão.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Por esse motivo é tão importante contar com um acompanhamento médico. Dessa forma o profissional consegue indicar a melhor conduta.

Óleo de alho para os cabelos

Por fim, um dos benefícios estéticos mais reconhecidos do óleo de alho é no controle da queda capilar.  A alopecia (ou queda de cabelo) pode ocorrer por vários motivos. Alguns desses motivos são as tendências genéticas e gatilhos ambientais. Além deles, também temos interferência de exposição a produtos químicos, medicamentos, estresse oxidativo e doenças prolongadas.

A deficiência nutricional, aliás, é um gatilho fácil de corrigir. Isso porque minerais como zinco, cálcio, ferro e magnésio são necessários para a construção da fibra capilar. Já a Biotina, vitamina B, vitamina A  e vitamina E mantêm a saúde do couro cabeludo. Por isso, tanto a ingestão quanto a aplicação tópica do óleo de alho podem ajudar.

 

Imagem: Reprodução / Unsplash

 

Benefícios do alho para o crescimento do cabelo

  • O alho tem um alto teor de minerais. São eles que promovem um cabelo mais saudável;
  • É antimicrobiano, portanto ajuda a matar germes e bactérias que podem causar danos ao couro cabeludo e inibir o crescimento dos fios;
  • O alho também contém selênio. Esse, por sua vez, ajuda a estimular a circulação sanguínea. Ela é fundamental para máxima nutrição do couro cabeludo e das madeixas;
  • Ajuda a purificar os folículos capilares. Ademais, fortalece-os e evita o entupimento, reduzindo a queda de cabelo.

 

Como usar

Além da umectação, a maneira mais fácil de utilizar o produto é apostar no tônico de alho. Você pode encontrar o produto em qualquer farmácia, com preços variados. Portanto, basta escolher o melhor para o bolso e tipo de cabelo.

No entanto, se você é adepta das receitas caseiras, é muito fácil fazer um óleo de alho utilizando ingredientes bem simples. Na sequência, você confere um depoimento contando tudo sobre o uso do produto nos fios:

 

 

 

Leia também:

Banho de eucalipto. Benefícios e como preparar

Benefícios do licopeno. Saiba tudo sobre o nutriente!

Tudo sobre extrato de oliveira

Chá de guaco. Um aliado poderoso no combate à tosse

Siga-nos no 
Comentários (0)
Comentar