Melatonina: conheça o hormônio do sono e saiba quando suplementar

2 16.643

A melatonina aparece em destaque quando falamos no hormônio do sono. Isso porque ela é tão importante para o nosso corpo que os dois viraram sinônimos.

No artigo a seguir você vai aprender tudo sobre esse hormônio natural e como suplementar para combater a insônia.

 

Melatonina: o hormônio do sono

Imagem: Reprodução

 

Em primeiro lugar, é importante notar que a melatonina é um hormônio natural do corpo, responsável por promover o sono. Por causa de seus efeitos calmantes e sedativos, também é chamado de “hormônio do sono”.

Sua glândula pineal libera melatonina em seu cérebro em determinados momentos do dia. Essa liberação ocorre gradualmente, conforme escurece, e a produção diminui durante as horas de luz solar. Hoje em dia, com uma maior exposição a telas (computadores, celulares e televisão), ocorre uma redução significativa na produção e liberação do hormônio do sono.

É por esse motivo que os suplementos de melatonina estão cada vez mais populares. Comumente encontrados em dosagens de 1mg a 10 mg, esse suplemento é bastante usado para ajudar com distúrbios do ritmo circadiano de sono em especial para insônia, jet lag e trabalhadores noturnos, que invertem o ciclo natural do sono.

Além de ajudar a dormir mais rápido, a melatonina possui outros benefícios incríveis para a saúde.

Quais são os principais hormônios do sono?

como tomar hormonio do sono melatonina
Imagem: Reprodução

 

Os níveis hormonais também influenciam o momento em que nos sentimos sonolentos e acordados – nosso relógio biológico e também o ciclo arcadiano. O hormônio melatonina é liberado na escuridão e diz ao nosso corpo que é hora de dormir.

Além da melatonina, outros hormônios também possuem papel importante no sono. Um deles é o cortisol, também chamado de “hormônio do estresse”,  ele é produzido pelas glândulas supra-renais. Sua função é ajudar a regular o seu metabolismo e reduzir a inflamação. E, quando o cortisol é liberado, aumenta os níveis de açúcar no sangue e a pressão sanguínea em preparação para a atividade física.

Como parte do seu ritmo circadiano, geralmente há um pico de cortisol nas primeiras horas da manhã que ajuda você a acordar sentindo-se revigorado. À medida que o dia avança, seus níveis de cortisol diminuem gradualmente à medida que mais melatonina é liberada nas horas antes de você ir para a cama.

Por fim, a noradrenalina ou epinefrina também se destaca entre os hormônios do sono. Age no cérebro e regula atividades como o sono e também as emoções. Durante o dia, é responsável por manter o corpo alerta e, quando dormimos, seus níveis caem. No entanto, quando esse hormônio está em baixa, a qualidade do sono cai.

 

Como tomar melatonina para combater a insônia

Imagem: Popsugar

 

Como mencionamos anteriormente, a melatonina sintética é um dos indutores do sono mais populares. Além disso, é frequentemente anunciada como um remédio natural comum para tratar problemas como insônia.

Vários estudos demonstraram que a melatonina pode, de fato, ajudar a ter um sono melhor. Um estudo em 50 pessoas com insônia mostrou que tomar melatonina duas horas antes de dormir ajudou as pessoas a adormecer mais rapidamente e melhorou a qualidade geral do sono.

Para isso, é necessário comprar o hormônio do sono em cápsulas, facilmente encontrado online ou em farmácias. Os adeptos recomendam, ainda, que você compre as versões importadas, uma vez que acreditam que elas sejam melhores do que as nacionais.

 

++  Sofrendo com a ansiedade na hora de dormir? Clique aqui e aprenda como relaxar a mente e o corpo com 10 dicas simples

 

Posso tomar melatonina todos os dias?

 

De acordo com a National Sleep Foundation, os especialistas não acreditam que a melatonina seja viciante em curto prazo. Ao contrário de outros medicamentos para o sono, não causa sintomas de abstinência quando as pessoas param de usá-lo.

No entanto, mais pesquisas precisam ser feitas sobre o uso da melatonina e seus efeitos colaterais, particularmente estudos sobre o uso a longo prazo do hormônio do sono.

 

hormonio do sono ou melatonina
Imagem: Reprodução

 

Uma vez que o suplemento de melatonina é um hormônio sintético, alguns estudos sugerem que você evite o uso contínuo e consulte o médico antes de começar a tomar.  Algumas pessoas podem se tornar dependentes da melatonina para dormir. Nesse caso, os pacientes relatam que, quando param de tomar este suplemento, têm mais dificuldade em adormecer.

Como com qualquer suplemento, as pessoas precisam consultar seu médico antes de tomar melatonina. Obter aconselhamento de um médico pode ajudar a evitar efeitos colaterais, dependência e possíveis interações entre a o hormônio do sono e outros medicamentos.

 

Onde comprar melatonina, o hormônio do sono?

como tomar hormonio do sono melatonina
Imagem: Reprodução

 

A princípio, você encontra a melatonina em farmácias ou lojas de produtos naturais. Ela está disponível em concentrações que vão de 1mg a 10 mg e o indicado é começar pela menor dosagem. Assim, caso não faça efeito esperado, você pode aumentar os poucos. Além disso, é a forma mais segura de evitar efeitos colaterais.

Sites como Nutrivita, Oficial Farma e Iherb (importado) oferecem o hormônio do sono de diversas marcas. Entre as mais recomendadas estão as estrangeiras, como Nature’s Bounty e Natrol. Apesar disso, algumas empresas nacionais já oferecem as suas versões e você pode, ainda, mandar manipular.

Doses de 0,5 a 10 mg por dia parecem ser eficazes, embora seja melhor seguir as recomendações do rótulo. A melatonina é segura e associada a efeitos colaterais mínimos, mas pode interagir com alguns medicamentos. Atualmente não é recomendado para crianças.

Quais são os efeitos colaterais da melatonina?

Por fim, apesar de ser vendida como um hormônio natural, a melatonina pode ter, sim, efeitos colaterais. Uma vez que é tomada como indutor de sono,  naturalmente, um dos principais efeitos colaterais do suplemento é sonolência ou letargia.

Esse efeito adverso é mais comum quando você exagera na dosagem. Outros efeitos colaterais podem incluir, ainda, náusea, tontura, tremor leve, queda de pressão e tremores leves. Esses, no entanto, são menos comuns.

Além da melatonina, os chás naturais também podem auxiliar no tratamento da insônia e promover noites de sono mais tranquilas. Descubra quais são os melhores:

Calmantes naturais: soluções poderosas para combater ansiedade e insônia

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy