Ácidos para o rosto: saiba tudo que eles podem fazer por sua pele

0 497

Se você gosta de cuidar da pele, sem dúvida já conhece ou ouviu falar dos ácidos para o rosto. Eles estão presentes em produtos manipulados, na fórmula de diferentes cosméticos e também são amplamente usados nos procedimentos conhecidos como peeling. Mas será que você sabe quais são os diferentes tipos dessas substâncias e qual a função de cada um?

A gente faz questão de te contar tudo sobre o poder dos ácidos mais usados no skincare. Confira!

 

Afinal, o que são os ácidos para o rosto?

benefícios dos ácidos para o rosto
Imagem: Reprodução / Instagram

 

Os ácidos para o rosto são substâncias ricas em diferentes ativos, por isso, oferecem os mais variados benefícios para a pele.

O que acontece é que a maioria deles acelera o processo de renovação celular. É por isso que, em geral, ao usar um produto com ácido no rosto, costuma haver uma descamação. Isso significa que, de fato, a pele está se transformando em um ritmo mais acelerado que o habitual.

Como resultado, temos efeitos positivos sobre problemas como melasma, acne e manchas. Além disso, os ácidos ajudam a aliviar linhas de expressão, estimulam o colágeno e melhoram a textura da tez. Isso só para exemplificar as vantagens desses ingredientes.

Com relação à forma dos ácidos, os produtos em sérum e gel são ideais para peles oleosas. Por outro lado, o creme é perfeito para peles secas.

 

Cuidados ao usar o ácido

cuidados com a pele
Erika Sakura. Imagem: Reprodução / Instagram

 

O uso de ácidos para o rosto deixa a pele bastante vulnerável. Por isso, você deve seguir algumas recomendações e ter cuidados especiais, principalmente porque grande parte desses cosméticos é fotossensível. Isso significa que você não pode usá-los durante o dia por causa dos efeitos nocivos do sol.

Assim, se o produto for usado à noite, no dia seguinte você deve lavar o rosto com um sabonete mais leve. Mas, mais importante que isso, é sempre passar filtro solar. Esse passo é obrigatório. E o protetor precisa ter, no mínimo, FPS 30. Lembre-se ainda de reaplicar a cada duas horas e evite muita exposição ao sol. Tudo isso é indicado também para quem passa por um peeling com ácido.

Além disso, vale ressaltar que nem todo mundo pode usar ácidos para o rosto. É o caso de quem tem pele sensível e também gestantes e quem está amamentando.

Por fim, aquele lembrete para sempre buscar ajuda de um dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento. Só ele é capaz de avaliar as necessidades da sua pele e, assim, prescrever não apenas o melhor ácido para o rosto, como também a dosagem e a aplicação adequadas.

Agora, vamos conhecer os tipos mais comuns de ácidos para o rosto e suas funções.

produtos e tratamentos para a pele
Os ácidos apresentam diversos benefícios para a saúde e a beleza da pele. Imagem: Reprodução / Pexels

 

Ácido hialurônico – um dos mais famosos ácidos para o rosto

 

É bem provável que você já tenha ouvido falar do ácido hialurônico. Ele se tornou bastante popular porque devolve à pele a glicosaminoglicana. Essa substância é produzida pelo corpo, mas sua concentração natural diminui com o tempo. Por consequência, a derme fica flácida e começam a aparecer rugas.

Muitos tratamentos faciais utilizam esse ácido para preencher linhas de expressão, olheiras e lábios. Além disso, seu alto poder hidratante vai bem na fórmula de vários cosméticos que ajudam a garantir uma textura mais firme e lisa.

 

Ácido azelaico – para cuidar de cravos e acne

 

Esse ácido para o rosto e corpo tem origem no óleo da mamona. É famoso pela ação antibacteriana e anti-inflamatória. Por isso, auxilia no tratamento de acne e cravos. A substância também ajuda a clarear manchas sem alterar a cor da pele ao redor.

É seguro para gestantes e mulheres que estão amamentando e para todos os tipos de pele.

ácido é usado para clarear a pele e tratar a acne
Imagem: Reprodução / Pinterest

 

Ácido retinoico – ajudinha contra o envelhecimento

 

Você já deve saber que as vitaminas são essenciais para deixar a pele bonita e saudável. É por isso que o ácido retinoico é tão interessante, visto que deriva da vitamina A.

Ele uniformiza a pele, suaviza linhas finas e estimula a produção de colágeno. Pode ainda tratar manchas de acne e melasma, cicatrizes superficiais e estrias.

Está presente em produtos como cremes, loção e gel, que agem no longo prazo. Além disso, para resultados mais imediatos, os dermatologistas costumam usar esse ácido para o rosto em técnicas de peeling.

 

Ácido glicólico – ácido para o rosto ideal para tratar manchas

 

Outro queridinho na hora de tratar machinhas, melasma e estrias, esse ácido para o rosto é usado em medicamentos tanto quanto em peelings.

Apresenta efeito esfoliante muito potente, o que reduz o espessamento da pele. Por consequência, ajuda a penetrar com mais facilidade outros ativos presentes na composição do produto cosmético.

 

Ácido kójico – perfeito para clarear a pele

 

O ácido kójico é derivado de produtos naturais, entre eles soja fermentada, arroz e uva. Sua principal função é de agente clareador, pois inibe a produção de melanina, responsável pela cor da pele. Não é uma substância fotossensível, ou seja, você pode usá-la durante o dia sem preocupações.

Apesar de não ser muito conhecido por aí, esse ácido para o rosto é muito potente. Também reduz sinais do envelhecimento, como linhas finas de expressão.

Você pode combinar o uso do ácido kójico com outros ativos clareadores para potencializar os resultados.

tratamento com ácidos para o rosto
Imagem: Reprodução / Think Stock

Ácido salicílico – esfoliante poderoso

 

O grande sucesso do ácido salicílico se deve à sua ação esfoliante. Como resultado, clareia cicatrizes e suaviza rugas.

Além disso, atua no tratamento de problemas como acne e dermatite seborreica. Na pele, a condição causa vermelhidão e descamação, mas no couro cabeludo aparece como a temida caspa.

Ele funciona tanto em produtos para o rosto como também em fórmulas para peelings.

 

Ácido mandélico – seguro e versátil

 

Derivado do extrato de amêndoas, o mandélico age de forma lenta e delicada. Por isso, é o ácido para o rosto mais seguro do mercado.

Ademais, seu uso é bastante versátil e vai desde produtos anti-idade até clareadores. Ele fica ainda mais potente quando utilizado junto a outros ácidos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy