Jejum intermitente: tire todas as suas dúvidas sobre a dieta

0 65

Jejum intermitente é um plano alimentar em que voluntariamente a pessoa não se alimenta por um determinado período. Durante esse tempo, é indicado apenas ingerir líquidos como água, chá e ou café. Logo após o período em jejum, a rotina alimentar voltará ao normal, mas com uma alimentação balanceada, excluindo alimentos gordurosos e acrescentando alimentos ricos em vitaminas, proteínas e fibras.

Em primeiro lugar, vale ressaltar que, antes de qualquer dieta ou mudança alimentar, é importantíssimo se consultar com um nutricionista para ver se realmente irá funcionar para você. Além disso, se mudou a alimentação e não está se sentindo bem, procure imediatamente um médico.

Como é que faz o jejum intermitente?

Vale destacar que, para cada pessoa um método diferente, mas em geral, todas ficarão um período sem se alimentar, tomando só água e chá. Saiba como é feito o jejum.

Jejum intermitente
Jejum intermitente (Foto: Freepik/Reprodução)

Começa aos poucos

Se essa é a sua primeira vez com o plano alimentar, comece aos poucos, nada de ficar mais de oito horas sem ingerir qualquer alimento. Além disso, é importante não fazer mudanças drásticas na alimentação junto com o jejum. Comece acrescentando mais salada no prato, preferindo frutas de sobremesa e excluindo fritura do cardápio. Outro ponto importante é, o jejum é feito no período da noite, em que já ficamos naturalmente algumas horas sem comer.

Quantas horas em jejum?

O mais comum é, 16 por 8. Oito horas do seu dia reservado para comer e 16 em jejum. Mas se está no início comece aos poucos, comece com nove horas sem alimentação. Em oito horas você dorme e naturalmente não irá se alimentar, e uma hora apenas após acordar sem se alimentar. Vá aumentando conforme o corpo irá acostumando.

Não exagere na quantidade de comida

Continue com a sua alimentação normal nessas oito horas que poderá se alimentar. Não coma tudo o que vê pela frente só para compensar as horas que ficou sem comer. Por isso, coma adequadamente, incluindo bastante vitaminas nas refeições. Além disso, não esqueça das fibras, elas são importantes para dar saciedade.

O que posso comer no jejum intermitente?

Durante o jejum e na hora em que a alimentação está liberada, é importantíssimo manter a hidratação. Comer produtos alimentícios com calorias vazias irá fazer você ficar com fome mais rápido, por isso um cardápio balanceado é importante nesse período.

Consuma proteínas boas, de carne branca como peixe e frango,  legumes, verduras, frutas, cereais integrais como arroz, tubérculos (inhame, cará, mandioca, batata doce). Evite frituras, cereais refinas como arroz branco, pão e massas, doces e alimentos industrializados como salgadinhos.

Jejum intermitente dúvidas
Jejum intermitente (Foto: Freepik/Reprodução)

Como devo quebrar o jejum intermitente?

Muito cuidado ao quebrar o seu jejum. Se você passou 16 horas sem comer e logo na primeira refeição comer um hambúrguer cheio de gordura, pode ser que fique com uma indigestão. Por isso, quebre o jejum consumindo alimentos leves e saudáveis. Se o jejum será quebrado no almoço, prefira um arroz com uma carne magra e saladas à vontade. Ao longo do dia, se alimente normalmente.

Quantos dias na semana posso fazer?

Na prática mais comum da dieta, em que se pode comer por oito horas e jejuar por 16 horas, você pode fazer todos os dias da semana. Já em casos mais avançados, que a pessoa passa 24 horas sem se alimentar, pode ser feita por no máximo duas vezes na semana. Vale lembrar que, para jejuar nessa quantidade de horas, é importante um acompanhamento nutricional.

Quantos quilos se perde com o jejum intermitente?

Depende! A quantidade de peso perdido durante esse método varia de pessoa para pessoa, de metabolismo para metabolismo. Por esse motivo, é importante que, aliado ao jejum, a alimentação seja o mais saudável possível e claro, sem muitas restrições para não abandonar a dieta. Aqui vale aquela frase “desembale menos e descasque mais”. Além disso, a prática de exercícios físicos também irá te ajudar nesse processo de emagrecimento.

Quem não pode fazer?

Assim como qualquer plano alimentar, existem contraindicações, por isso fique atento se você está na lista de quem não é indicado o jejum.

  • Gestantes
  • Lactantes
  • Crianças
  • Idosos
  • Pessoas com insuficiência renal
  • Diabéticos
  • Anêmicos
  • Pessoas com sistema imunológico deficiente
  • Pessoas que fazem o uso de remédio controlado

Fonte: Tua Saúde / UOL VivaBem / Minha Vida

Leia também outros artigos sobre o assunto:

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy