Terapia Body Talk: a técnica que “escuta” o seu corpo

0 12

Todas as vezes que ficamos doentes, mental ou fisicamente, nosso corpo reage como uma máquina tentando equilibrar o sistema. Essas reações físicas são naturais e, além de tentar evitar que algum órgão fique sobrecarregado, servem para entendermos quais partes do corpo merecem atenção naquele momento. Em outras palavras, o corpo fala. E, para facilitar essa comunicação entre o físico e o mental, a terapia Body Talk parte da ideia de que todos nós somos capazes de equilibrar nosso organismo para promover o alívio de diversos problemas. Não invasiva, a técnica busca religar os canais de comunicação do nosso organismo a fim de corrigir o que há de errado.

O que é a terapia Body Talk?

Terapia Body Talk
Foto: Kai Miano

O sistema Body Talk TM foi criado pelo australiano John Veltheim na década de 1990 a partir dos princípios da Medicina Tradicional Chinesa, dos conhecimentos da física quântica, dos princípios do Yoga e da neurociência. Seus estudos o levaram a entender que, quando em desequilíbrio, o nosso corpo reage e, assim, podemos identificar o problema – o que facilita o tratamento. “A terapia Body Talk não é invasiva e atua a partir do conceito de escuta do corpo. Tudo isso porque nosso organismo tem uma capacidade incrível de se regenerar e se equilibrar a partir da reconexão dos canais de comunicação que temos em nós”, afirma a terapeuta holística Aline Soares.

Normalmente, quem procura a terapia Body Talk está em busca do alívio de dores físicas. Mas, segundo Aline, questões de ordem emocional e psicológica também podem ser tratadas com a técnica. Ela afirma que “Na verdade, o Body Talk atua sobre a saúde de uma forma holística, ou seja, essa máquina que chamamos de corpo funciona de maneira integral. Portanto, problemas físicos e emocionais podem estar diretamente ligados ou então um pode estar levando ao outro. A ideia do Body Talk é promover um entendimento sobre a psicologia do corpo e ajudar o paciente a retomar o equilíbrio total do organismo”.

Como funciona e quantas sessões são necessárias?

Body Talk
Foto: Engin Akyurt

Antes de saber como funciona uma sessão de terapia Body Talk, é preciso deixar claro que a técnica não substitui tratamentos médicos e nem faz diagnósticos. Além disso, deve ser conduzida por um profissional capacitado. Uma sessão dura, em média, de 45 a 60 minutos e começa com uma conversa entre terapeuta e paciente a fim de identificar os problemas que devem ser tratados. “Depois, o paciente deita vestido na maca e o profissional faz um teste no braço chamado de Biofeedback Neuromuscular. Além disso, ele também faz perguntas ao corpo e recebe as informações que precisa”, conta a terapeuta.

Depois de identificar o que precisa ser reequilibrado no organismo, a terapia Body Talk segue com um procedimento que é chamado de implementação. Aline conta que “Nesse momento, o terapeuta registra no cérebro e no corpo do paciente as informações que foram colhidas ao longo da sessão”. A implementação é feita por meio de toques sutis na cabeça e no coração do paciente. “Depois disso, o próprio corpo se encarrega de reconectar os campos mental e físico e, assim, se reequilibrar”, segundo a terapeuta. Ela conclui afirmando que “A quantidade de sessões depende muito de cada pessoa e, a partir das respostas do corpo, ela vai chegar a um consenso com o profissional sobre quantas  sessões ela deve fazer e com que frequência”.

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy