Selante capilar: tudo o que você precisa saber sobre o produto que sela as cutículas dos cabelos

Quem sofre com frizz, fios quebradiços e cabelos danificados sabe a diferença que um bom selante capilar pode fazer. O procedimento da selagem dos fios, que consiste no fechamento das cutículas dos cabelos, geralmente ajuda bastante a melhorar o aspecto e a força das madeixas. 

Porém, selante capilar não é  alisamento – evite cair nessa furada nas mãos de profissionais equivocados. Por isso, entenda melhor o que é selante capilar, como funciona a técnica da selagem e quais os diferentes tipos de selantes que existem. Além disso, veja cuidados e onde realizar o procedimento. Vamos lá?

Foto: Reprodução/Pinterest

O que é selante capilar?

Antes de tudo, selante capilar é o produto utilizado para realizar o procedimento de selagem dos fios, que é um tratamento à base de queratina que tem a finalidade de fechar as cutículas dos fios. O tratamento geralmente é finalizado com o uso de uma fonte de calor, como a chapinha. Costuma variar de acordo com o objetivo da selagem. De qualquer forma, o cabelo fica com um aspecto mais fortificado, alinhado e com mais resistência e brilho.

Além disso, existem alguns tipos de selantes capilares com diferentes finalidades: para cabelos alisados, para cabelos cacheados… Tome cuidado: nem todo procedimento de selagem dos fios inclui alisamento dos cabelos.

Foto: Reprodução/Pinterest

Para que serve o selante capilar?

No geral, o selante capilar é um produto à base de queratina que estimula o alinhamento dos fios enquanto sela as cutículas dos cabelos, garantindo madeixas mais hidratadas, sem frizz e fortificadas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Além disso, o selante capilar remove aquele aspecto poroso e quebradiço dos cabelos. O produto é ótimo para recuperar cabelos danificados, no entanto, como qualquer outro procedimento nos fios, converse bastante com um profissional antes de realizar o procedimento.

É possível realizar o procedimento de selagem em salões de beleza especializados na técnica, que nem sempre consiste em alisamento dos fios. Entretanto, é preciso cuidado: muitos estabelecimentos vendem progressivas como selagem ou botox capilar. Porém, são procedimentos diferentes e é recomendável conversar bastante e confiar no profissional antes de realizar a técnica com um cabeleireiro, combinado? Assim, você evita erros nas suas madeixas!

Tipos de selante capilar

Existem selantes capilares para cabelos crespos, cacheados, alisados, danificados ou relaxados: basta você identificar qual é o seu tipo de cabelo e reconhecer, com a ajuda de um profissional, qual é o resultado que você deseja obter usando o produto.

No entanto, a técnica reduz volume e, em alguns casos, diminui a consistência de cachos. Porém, o resultado final varia se você realizar o procedimento junto com produtos para alisamento dos cabelos – fica a seu critério.

Foto: Reprodução/Pinterest

Quando fazer selagem?

Use selante capilar se você tem cabelos danificados, porosos, com frizz e sem estrutura definida. Além disso, fios quebradiços, descoloridos ou tingidos também tendem a reagir bem ao uso do selante capilar, pois são cabelos mais porosos e muito expostos, e um bom alinhamento e selagem das cutículas geralmente ajuda a melhorar o aspecto desses cabelos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Além disso, refaça procedimento a cada dois ou três meses para garantir a eficácia do tratamento. O número de sessões para garantir o resultado desejado varia de acordo com cada tipo de cabelo e profissional, portanto converse com seu cabeleireiro!

Ao fazer o uso de ampolas selantes, realize uma lavagem apropriada dos fios com shampoo e condicionador, aplique as ampolas na sequência e utilize uma chapinha ou secador como fonte de calor para ativar o produto nos fios. De qualquer forma, procure a assistência de um profissional antes de realizar o tratamento, reconheça as necessidades dos seus fios e identifique quais produtos e técnicas são ideais para realizar, combinado?

Foto: Reprodução/Pinterest

Cuidados específicos

Quem busca por selante capilar geralmente já possui fios danificados, portanto, é importante que um dos cuidados seja evitar novas químicas enquanto realizar o tratamento de selagem. 

O excesso de queratina fortifica os fios, mas pode também deixar os cabelos mais suscetíveis a danos caso ele seja exposto a novas químicas, como tinturas ou descolorações. Por isso, sossegue nas mudanças por um momento e foque na reconstrução e na selagem dos seus cabelos.

Ademais, é importante manter uma rotina de cuidados com os cabelos, e um cronograma capilar aqui pode ser útil. Basta encontrar o tipo de necessidade que os seus fios têm, e investir em bons produtinhos! Além disso, um shampoo anti resíduos e hidratação nunca são demais. Invista!

Contraindicações

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Fios muito sensibilizados podem não aguentar o procedimento, que conta com queratina em excesso e ainda exige uma fonte de calor para ativação do tratamento. É uma técnica bastante específica e que exige os conhecimentos, por isso também é contraindicado utilizar selante capilar sem conhecimento sobre cabelos ou sem o auxílio de um profissional especialista de confiança.

Gostou? Então leia também:

Alisamento térmico: o que é, qual a diferença de outros alisamentos, cuidados e preço

Hidronutrição: a técnica que recupera os fios danificados e revitaliza os cachos

Queratina líquida: aprenda como usar corretamente nos cabelos

Siga-nos no 
Comentários (0)
Comentar