Mapa mental: conheça essa ferramenta e aprenda a fazer a sua!

0 96

Sabe quando você tem um assunto super complexo para estudar e não sabe por onde começar? O mapa mental pode te ajudar nisso! Essa técnica é super utilizada por vestibulandos, por exemplo, mas você pode aplicá-la em diversas áreas da sua vida.

 

O que é o mapa mental?

O mapa mental, também chamado de mapa da mente, é uma ferramenta de gestão de informações criada pelo consultor inglês, Tony Buzan, em 1960. Ela consiste na criação de resumos visuais, ou seja, cheios de cores, setas, símbolos, etc. Através dela, é possível ter uma visão geral do tema, fixar os pontos principais e fazer associações sobre ele.

Nele, você colocará apenas as informações principais, selecionando apenas o que é relevante para o estudo.

 

Benefícios do mapa mental

mapa mental
Imagem: Reprodução / SB Coaching.

 

A principal vantagem de usar o mapa mental como ferramenta de estudo, é que ele ajuda a memorizar, mais facilmente, os pontos principais do tema em questão.

Em segundo lugar, o mapa também te ajuda a criar relações entre os temas, o que potencializa o aprendizado e abre sua mente para uma análise mais profunda sobre eles.

Outro benefício dessa técnica, é que ela facilita o acesso às informações mais tarde.

Por fim, o mapa mental também pode potencializar e estimular a sua criatividade, além de trazer mais clareza para a tomada de decisões mais assertivas.

Veja outras vantagens de adotar o mapa mental como ferramenta de estudo:

  • Evitar a procrastinação e aumentar a produtividade;
  • estruturar projetos e estudos;
  • se feito em conjunto, pode tornar as informações ainda mais completas;
  • ótimo para organização de brainstorm;
  • melhorar a comunicação com colegas ou clientes;
  • roteirizar conteúdos;
  • solucionar problemas, já que permite uma melhor visualização do tema;
  • melhorar a capacidade de memorização.

Como fazer o seu próprio mapa mental?

Materiais necessários:

  • Papel em branco (pode ser ou uma folha sulfite A4, ou uma ficha em branco)
  • Canetas e/ou lápis coloridos

Como você pode ver, são necessários pouquíssimos materiais para fazer o seu mapa mental à mão.

Mão na massa:

Primeiramente, defina o tema do seu estudo. Logo após, desenhe, no centro do papel, algo que o defina. Você pode optar por um desenho, ou mesmo por palavras, mas o importante é deixá-lo em evidência. É a partir deste ponto central que você desenvolverá todo o mapa mental.

Depois, é importante que você defina cada elemento do seu mapa, a fim de melhorar a visualização. Veja:

  • Cores: cada uma deve significar, ou remeter a algo específico.
  • Formatos: pense em formatos para criar associações rápidas e fáceis. Se você está falando sobre uma dieta específica, por exemplo, um círculo pode remeter aos alimentos permitidos, enquanto um triângulo diz respeito aos que devem ser evitados.
  • Setas: use diferentes setas para criar diferentes conexões.
  • Balões: aplique a mesma lógica das setas para os balões.

Uma dica importante é que você nunca tente usar modelos prontos para fazer os seus mapas mentais. Isso porque, cada tema terá uma necessidade diferente, precisará de ícones diferentes. Portanto, deixe sua criatividade te guiar e vá em frente!

Lembre-se de que o mapa mental pode ser utilizado não só para estudos, mas também em projetos profissionais e até mesmo pessoais.

Dicas gerais na hora de elaborar um mapa mental

  1. Evite escrever frases muito longas, ou seja, tente ser conciso e objetivo.
  2. Use e abuse de palavras-chave.
  3. Use recursos que facilitem a memorização.
  4. As primeiras ramificações representam os conceitos ou ideias relacionados diretamente com o tema principal.
  5. As ramificações seguintes funcionam como subtópicos, e assim por diante.

Onde aplicar o mapa mental?

mapa mental
Imagem: Reprodução / Medium.

Se você gostou do conceito dessa ferramenta e acha que ela pode ser útil, mas não sabe onde pode aplicá-la, aí vão algumas dicas:

Organizar atividades

Você pode usar o mapa para organizar atividades do dia a dia, ou planejar viagens, além de destrinchar um sonho, em pequenas metas e, assim, alcançá-lo com mais facilidade.

Planejamento de negócios

Use o mapa mental para elaborar um plano de negócios, traçar perfis de potenciais clientes ou identificar tendências, por exemplo.

Estudos

Essa é uma ótima ferramenta para estudar para provas, vestibulares e concursos!

Organização de eventos

Sim, até para isso você pode usar o mapa mental! Inclua os convidados, decoração, comes e bebes e despesas, por exemplo.

Outras ferramentas para fazer o seu mapa mental

Se você não gosta muito de trabalhos artísticos ou precisa de um método mais rápido, não se preocupe, pois você ainda pode utilizar o mapa mental!

Para isso, existem algumas ferramentas online que permitem a criação de um mapa super criativo, funcional e que certamente irão te ajudar. Confira:

  1. Google
  2. Mindmeister
  3. Mind Node
  4. Canva
  5. Free Plane
  6. Mapa Mental para Empreendedores

Você já conhecia o mapa mental? Se sim, já utiliza no seu dia a dia? Conte pra gente!

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy