Saiba qual é o melhor tapete de Yoga para você

Cada vez mais pessoas vêm se interessando por práticas que fazem bem para o corpo e para a mente. O Yoga, que existe há mais de cinco mil anos, é uma delas. Se você faz parte da turma dos novos praticantes e quer investir no seu primeiro tapetinho, é possível que tenha dúvidas a respeito de qual é o melhor tapete de yoga. Afinal, diante de tantas opções disponíveis no mercado, nem sempre é fácil fazer uma escolha. Mas, com algumas orientações, você vai ser capaz de escolher o mat que mais se adequa à sua prática. Para te ajudar nessa missão, conversamos com uma professora de Yoga. Confira.

Para que serve o tapete de Yoga?

Foto: Michelle Kutzner

Antes da prática se popularizar no ocidente, não existiam tapetes destinados exclusivamente ao Yoga. Com o passar do tempo e o crescimento do número de adeptos, o tapetinho foi ganhando espaço no mercado e novas tecnologias foram surgindo. Hoje, o mercado oferece muitas opções, que variam em espessura, material e tamanho. A escolha é pessoal, mas o tapete de Yoga é um acessório que promove conforto para a prática, especialmente em ambientes fechados, com piso frio ou de madeira.

Segundo a professora de Yoga Catherine Rocha Davies, “O tapete protege os joelhos e dá estabilidade e conforto. Além disso, alguns modelos também ajudam a manter as mãos e os pés no lugar, porque têm boa aderência e não escorregam”. No entanto, segundo ela, o mat (tapete, em inglês) é mais que isso: “Ele demarca o seu espaço e vira o seu lugar sagrado para praticar. O tapete de Yoga é pessoal e o ideal é que cada pessoa tenha o seu, porque ele guarda a nossa energia”.

Qual é o melhor tapete de Yoga para você?

Foto: Pixabay

Embora existam centenas (ou milhares) de opções no mercado, escolher um tapete de Yoga pode ser mais complicado do que parece. Se você está iniciando na prática agora, é possível que não queira (ou não possa) investir muito dinheiro em um mat. Mas, se pretende continuar no Yoga, é bom ter em mente que um tapetinho de qualidade vai durar muito tempo. “O tapete de Yoga não precisa mudar conforme o nível do praticante e sim conforme o que a pessoa quer praticar. Os mais grossos, por exemplo, ajudam a proteger mais os joelhos, mas podem atrapalhar nas posições que exigem equilíbrio”, avalia a professora. Quanto ao tamanho, escolha um que seja um pouco maior que você. Assim, você terá espaço suficiente para a prática.

Espessura

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os tapetes mais finos, com 1 mm de espessura, são ideais para viagens porque são leves e fáceis de transportar. “Os fininhos são duros e se você colocar sobre um piso de madeira ou piso frio, não vai ter tanto conforto e proteção. Porém eles são muito práticos e leves pra carregar”, avalia Catherine. Já para a prática caseira, ela recomenda um mat que tenha entre 3 mm e 5 mm de espessura, que oferece conforto mas não atrapalha a realização de posturas de equilíbrio.

Material

Normalmente, quanto mais barato o tapete de Yoga, menor a qualidade. Segundo a professora, “O que é feito de PVC, por exemplo, não oferece muita aderência e escorrega. Além disso, ele não é ecológico”. Outro tipo de tapete, o de TPE, é super leve e mais acolchoado que o de PVC. “Mas, o de borracha natural é o meu preferido. Ele absorve o suor, o que dá mais trabalho na hora de limpar, mas não escorrega e é confortável”, avalia. Além disso, o mat de borracha natural é ecológico e biodegradável.

Dicas para iniciantes

Se você está começando a praticar agora, a dica de Catherine é levar em conta os fatores que fazem diferença para você. O fato de ser ecologicamente correto, o preço e o material, por exemplo, podem influenciar na escolha do seu tapete de Yoga.  Mas, segundo ela, “Qualquer tapete pode ser usado em qualquer lugar. Em algumas situações, como na areia, o mat é até dispensável. Sendo assim, o importante é escolher o que se adequa melhor à sua prática e à sua rotina”. Além disso, com o passar do tempo, o tapete precisará ser trocado porque ele vai se desgastando. “Se a pessoa pratica muito ou sente necessidade de mudar depois de um período, talvez valha a pena investir em uma versão melhor. Mas não existe uma regra, a escolha é muito pessoal”, finaliza a professora.

Siga-nos no 
saúdesaúde mentaltapete de yogayoga
Comentários (0)
Comentar