Calvície feminina: descubra as causas desse problema e como prevenir

0 44

Você já ouviu falar sobre a calvície feminina? É um tabu nas rodas de amigas e nos salões de beleza, mas precisamos falar sobre ela! Afinal, ela é tão comum quanto a calvície masculina.

Porém, é bem menos agressiva e se apresenta de formas diferentes nas mulheres. Nas mulheres o processo de diminuição dos fios de cabelo é indefinido e espalhado. A perda do fio de cabelo pode se desenvolver principalmente na região central e superior do couro cabeludo da mulher, mas não afeta, de uma forma geral, a parte perto do rosto.

Também, o processo de calvície feminina é bem diferente. Nele, há a modificação de um fio de cabelo normal em um fio fininho, como uma penugem, o que assusta e afeta a autoestima de muitas mulheres.

 

Mulher sorri contra calvície feminina
Imagem: Reprodução / Pexels

O que é calvície feminina?

A calvície feminina, também chamada de alopecia feminina é entendida como uma perda excessiva de cabelo, em mulheres na faixa de 40 anos de idade, que faz parte do couro cabeludo (principalmente na parte superior central da cabeça) ficar mais rala e visível.

Dessa maneira, o bulbo capilar é afetado, enfraquece e cai. Além da diminuição da quantidade de fios, outra característica observada é que eles ficam mais finos, frágeis e com crescimento deficiente.

 

Quais são as principais causas da calvície feminina?

Existe dois tipos de queda capilar em mulheres que podem causar queda acentuada de cabelos: a alopecia androgênica e a alopecia senil. A primeira é a forma mais comum e é genética. Pode se desenvolver desde a adolescência, mas começa a ser mais perceptível entre 40 e 50 anos.

Nessa idade, os bulbos começam a enfraquecer e os fios começam a ficar mais finos, ralos e também com um crescimento mais devagar.

Já a segunda é a alopecia senil, tipo que queda determinada pela idade ou por mudança nas taxas hormonais. Ela aparece após os 50 anos, com o desenvolvimento da menopausa. Dessa maneira, ela pode ser tratada.

Geralmente fatores externos contribuem para o seu desenvolvimento, como estresse, hábitos alimentares e uso constante do cigarro.

Mulher de cabelos cacheados posa para foto contra alopecia
Imagem: Reprodução / Pixabay

Previna-se contra este problema!

Segundo o cirurgião plástico Mauro Speranzini, em entrevista para a revista CLAUDIA, a melhor forma de se prevenir contra a alopecia feminina é perceber o problema de forma precoce.

Assim, caso você perceba algum sinal de queda acentuada ou de afinamento dos fios, procure rapidamente um especialista, como um tricologista ou dermatologista, e faça um diagnóstico precoce da queda incomum dos fios.

 

Não deixe a alopecia interferir na sua autoestima!

A calvície feminina é tão normal quanto a masculina e não deve determinar sua beleza e sua autoestima. Por isso, é muito importante saber como conviver com a calvície feminina, em todos os seus estágios, independentemente dos tratamentos existentes. Assim, não deixe que ela afete sua autoestima.

Inove na hora de cuidar e arrumar suas madeixas para passear e destaque também outras partes do corpo.
Dessa forma, você também pode utilizar acessórios, como lenços e chapéus e ficar ainda mais elegante!

Crie penteados e novos estilos. Dessa maneira, você consegue disfarçar as áreas mais ralas, fica mais bonita e mantém sua autoestima sempre elevada.

Imagem de mulher ruiva sem calvície feminina
Imagem: Reprodução / Pexels

Melhores cuidados para o seu cabelo

Muitas das vezes, quando nos deparamos com um problema como a calvície feminina, tudo o que mais desejamos é que nosso cabelo cresça bonito e saudável. Por isso, mesmo que a alopecia não afete nossa autoestima, buscamos por tratamentos e cuidados para recuperar o problema!

Dessa maneira, existem vários tipos de tratamentos e cuidados que podem te ajudar com esse problema! Que tal descobrir quatro formas de cuidar do seu cabelo que apresenta os primeiros sinais de calvície feminina?

 

Minoxidil para tratar calvície feminina

O minoxidil é um medicamento já bastante conhecido dos homens calvos e também pode fazer milagre para os fios das mulheres.

Dessa maneira, ele promove o desenvolvimento de bulbos pilosos no couro cabeludo. Mas atenção, sempre visite seu dermatologista antes de começar um novo tratamento!

 

Tratamentos estéticos

Hoje já existem inúmeros procedimentos da área estética que podem estimular o desenvolvimento dos fios de cabelo em pessoas com alopecia.

Por exemplo, um dos tratamentos mais eficazes é o laser Fotona, que estimula a circulação sanguínea na área afetada. Dessa maneira, os fios de cabelo são estimulados a nascer e crescer.

 

Microagulhamento

Diversos tratamentos estéticos e faciais utilizam a técnica de microagulhamento. Assim, por meio de microagulhas a técnica promove a entrada de medicamentos aplicados durante a sessão, para o desenvolvimento dos fios de cabelo.

Também, ao promover o sangramento na região, o microagulhamento faz com que o plasma do sangue seja ativado. Dessa maneira, ele libera fatores de crescimento presentes nele.

 

Transplante de cabelo para calvície feminina

Por último, mas não menos importante, ainda podemos falar do procedimento por meio de transplante capilar. Utilize este procedimento quando todos os outros não mostrem mais respostas. Ele leva até seis meses para promover o crescimento dos cabelos. Por isso, tenha calma e o foco no cuidado aos seus cabelos!

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy