Água inglesa: o que é, quais os benefícios e contraindicações?

0 2.101

Há algum tempo, a água inglesa vem sendo relacionada à fertilidade. Isso porque, segundo publicações da internet (especialmente em grupos de mães e tentantes) ela teria o poder de realizar uma limpeza no útero, o que facilitaria a vida de quem está tentando engravidar. Porém, apesar de ser um fitoterápico poderoso que ajuda a limpar o organismo, não há comprovação científica de que a fórmula realmente influencia na fertilidade feminina. Em termos gerais, ela é indicada para aliviar problemas digestivos, aumentar o apetite e ajudar o organismo a se livrar de toxinas.  Mas, afinal, o que é e para que serve a água inglesa? Acompanhe para saber mais.

O que é água inglesa?

Água inglesa
Foto: Pixabay

A água inglesa é um fitoterápico (medicamento produzido a partir de vegetais ou plantas medicinais com ação terapêutica) composto por canela da China, quina amarela, calumba, centáurea, losna, camomila e carqueja. Tem um sabor amargo e acelera a produção de suco gástrico, o que traz benefícios para o sistema digestivo, já que ajuda a eliminar toxinas e o excesso de hormônios sintéticos do organismo. Ela pode ser facilmente encontrada em farmácias de manipulação, mas é bom ter em mente que seu uso tem contraindicações. Por isso, converse com seu médico antes de começar a tomar o fitoterápico para saber se ele realmente será benéfico para você.

Quais são os benefícios da água inglesa?

Será que ajuda a engravidar?

Água inglesa
Foto: Pixabay

As indicações da água inglesa são, basicamente, relacionadas ao sistema digestivo. De fato, os componentes da fórmula, de acordo com estudos, são eficazes no sentido de limpar o organismo e há quem diga que esses efeitos também recaem sobre o útero. Inclusive, há muitas recomendações populares do uso da água inglesa para esse fim. No entanto, segundo especialistas, embora a informação de que o fitoterápico influencia na fertilidade feminina circule livremente por aí, não há comprovação científica de que isso realmente aconteça.

Água inglesa limpa o útero no pós-parto?

Assim como acontece em relação à tentativa de engravidar, a água inglesa também leva a fama de fazer uma limpeza no útero depois do parto ou em casos de aborto espontâneo. Esse fitoterápico é popularmente recomendado nesses casos, mas, mais uma vez, é importante ficar claro que as indicações dele são para outros fins. Portanto, não há comprovação científica de que ela promova benefícios no pós-parto.

Provoca aborto?

Embora não haja comprovação científica de que a água inglesa provoca aborto, os médicos recomendam que ela não seja consumida durante a gravidez. Isso não quer dizer, necessariamente, que ela seja um fitoterápico que provoca o aborto. O que acontece é que alguns dos componentes da fórmula podem ser prejudiciais para a gestante e para o bebê. Sua ação poderosa para desintoxicar o organismo pode afetar a saúde nesses casos. Portanto, mais uma vez fica a recomendação: não tome água inglesa sem orientação médica, especialmente se você acredita que pode estar grávida.

Quais são as contraindicações e os efeitos colaterais da água inglesa?

Água inglesa
Foto: Silvia Rita

A água inglesa é contraindicada em casos de gestação, amamentação, gastrite, úlcera, problemas no fígado e no intestino, epilepsia e Mal de Parkinson. Além disso, algumas pessoas podem ter sensibilidade a algum componente da fórmula e a água inglesa não deve ser administrada junto a tratamentos para fertilidade. Quanto aos efeitos colaterais, pode causar dor de cabeça, náuseas, vômito, desmaio, vermelhidão na pele e distúrbios da visão. Caso algum desses sintomas apareça, a recomendação é que o uso seja suspenso imediatamente. Consulte sempre um médico.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy