Sintomas da Menopausa: saiba quais são e como identificar

2 1.485

Os sintomas da menopausa podem criar muito desconforto. Contudo, a fase só é reconhecida 12 meses após a última menstruação, ainda que a mulher apresente todos os sinais.

 

O que é a menopausa?

 

Primeiramente, menopausa é o nome dado à última menstruação feminina, que ocorre geralmente entre os 45 e 55 anos.

Desse modo, ela marca o fim da vida reprodutiva, pois ocorre justamente quando a mulher esgota todo o estoque de óvulos liberados desde a puberdade.

De acordo com o Dr. Dráuzio Varela, o corpo humano não é capaz de formar novos folículos (células germinativas) para repor os que já se foram. Portanto, uma vez que as mulheres já nascem com todos os óvulos que produzirão ao longo da vida, assim que os últimos morrem, os ovários entram em falência.

Com isso, ocorre a última menstruação e também uma queda irreversível dos hormônios femininos, estrogênio e progesterona.

 

menopausa feminina
Imagem: Reprodução / The Daily Best

 

Já para a fase anterior à última menstruação é dado o nome de climatério. Por fim, como explica o médico, tanto o climatério quando a menopausa podem ser assintomáticos.

Apesar disso, muitas mulheres sofrem com os sinais e principalmente com a queda hormonal. Essa última acaba causando distúrbios principalmente do humor. Esses, por sua vez, são as principais reclamações, junto com os fogachos.

 

Sintomas da menopausa

 

De acordo com a Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde, os sintomas da menopausa aparecem justamente durante o climatério.

Com isso, muitas mulheres relatam calor excessivo, excesso de transpiração, alterações bruscas de humor e também a diminuição da libido. No entanto, a lista não para por aí. Confira na sequência os principais sintomas:

 

  • Fogachos ou ondas de calor súbitas, geralmente na parte superior do corpo ou na face e pescoço;
  • Vertigens, palpitações;
  • Fadiga muscular;
  • Irritabilidade, choro descontrolado;
  • Depressão, melancolia e distúrbio da ansiedade;
  • Perda da memória e insônia;
  • Alterações na distribuição de gordura do corpo;
  • Pele perde o vigor, cabelos e unhas também podem ficar mais finos e quebradiços;
  • Secura vaginal

 

fogacho e menopausa
Imagem: Maye Musk (Reprodução / Instagram)

 

Diagnóstico

Embora o acompanhamento ginecológico seja indispensável em todas as fases da vida, mesmo com os sintomas da menopausa o diagnóstico é feito “a posteriori”. Isso, de acordo com o Dr. Dráuzio Varella, significa que ele vem 12 meses após a última menstruação.

Contudo, é possível diagnosticar o climatério apenas pelos sinais, junto com exame clínico e exames laboratoriais de sangue.

O médico alerta ainda que, mesmo após a menopausa, as mulheres devem continuar com o acompanhamento médico regular. Portanto, nada de fugir dos exames de rotina. Eles são essenciais para a manutenção da saúde feminina.

Outro ponto importante é que o declínio dos hormônios femininos pode facilitar o ganho de peso. Por isso é importante cuidar da alimentação e praticar exercícios físicos, tais como o yoga. Outras opções como corrida ou musculação também fazem sucesso.

Por fim, sempre busque um médico de confiança. Afinal, ele é o profissional mais indicado para o diagnóstico.

 

Fontes: Dr. Dráuzio Varella. Ministério da Saúde. 

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy