Óleo essencial de hortelã pimenta: benefícios e como usar

1 230

A aromaterapia é um tratamento terapêutico baseado no uso de óleos essenciais e praticado há milhões de anos no Oriente. Nisso, entra o óleo essencial de hortelã pimenta, considerado um aliado da saúde, usado na pele para acalmar, assim como aliviar dores musculares e combater infecções bacterianas.

Vale ressaltar que, antes de testar qualquer receita, é recomendável consultar um médico de confiança para compreender as causas do problema.  O óleo não é indicado para gestantes, lactantes e crianças.

Continue lendo para descobrir mais sobre as formas de óleo essencial de hortelã pimenta, seus usos e possíveis benefícios à saúde.

Benefícios do óleo de hortelã-pimenta

A princípio esse óleo tem ação antiviral, antifúngico e antimicrobiano e, além disso, possui propriedades analgésicas e carminativas, isto é, antigases. O mentol presente na composição estimula não apenas o resfriamento das vias nasais, mas também dores de cabeça e musculares.

O óleo de hortelã-pimenta também de ação antibacteriana que, por consequência, ajuda a combater o mau hálito, a gengivite e os resfriados mais comuns.

benefícios do óleo de hortelã-pimenta Alívio de dor

O óleo de hortelã-pimenta é eficaz para o relaxamento muscular porque é um analgésico natural. Ao aplicar no local da dor com uma leve massagem, eventualmente o composto causa frescor na região e ainda diminui a pressão da área, aliviando as dores. É indicado, portanto, para quem sofre de tensão e rigidez muscular ou dores nas articulações.

Óleo de hortelã-pimenta aumenta a imunidade

O acetato de mentilo presente na composição ajuda a combater gripes e resfriados comuns por combater as bactérias, pois estudos já demonstraram que o óleo tem ação antimicrobiana e antiviral.

As propriedades anti-inflamatórias também ajudam a impedir crises de alergia associadas às vias respiratórias. Além disso, o óleo de peppermint também atua como analgésico, antioxidante e anti-tumoral.

benefícios do óleo de hortelã-pimenta

Óleo essencial de hortelã pimenta é expectorante

Quando inalado, o óleo de hortelã-pimenta desobstrui os seios nasais e ainda relaxa os músculos das vias aéreas, facilitando a passagem do ar e aliviando problemas respiratórios como congestão nasal, bronquite, asma e sinusite.

O remédio Vick Vaporub, já antigo no mercado, bastante conhecido e popular nas farmácias, leva o óleo de hortelã-pimenta como principal componente da mistura que também agrega eucalipto alecrim e cedro.

Óleo de hortelã-pimenta é vasodilatador

Por ter efeito estimulante e revigorante, o óleo ajuda a melhorar o desempenho do cérebro e do corpo. A ação vasodilatadora colabora com as atividades físicas, funcionando como um pré-treino. Estudos feitos com atletas mostram que, quando ingerido antes do treino, o óleo tem capacidade broncodilatadora, o que aumenta significativamente o desempenho físico.

O composto atua também como energético, ajudando a manter o foco, portanto é excelente para quem tem problemas de concentração e memória. A ação revigorante também ajuda a combater a ansiedade e a depressão.

Ajuda na digestão

Enquanto o chá de hortelã sempre foi indicado para uma melhor digestão, o óleo de hortelã-pimenta é um ativo ainda mais poderoso. Uma gota do óleo equivale a 28 xícaras de chá!

Quando ingerido o óleo atua no relaxamento muscular, o que alivia as cólicas intestinais e ainda ajuda a reduzir o inchaço, eliminando gases. Além disso o consumo é indicado também para outros espasmos da musculatura visceral, aliviando cólicas menstruais e incontinência urinária.

benefícios do óleo de hortelã-pimenta

Óleo essencial de hortelã pimenta melhora o hálito

A ação antibacteriana do acetato de metilo ajuda a combater o mau hálito e a gengivite. Além disso, promove uma sensação de refrescância na boca por conta do mentol. Alguns estudos já mostraram como resultado uma diminuição na incidência de cáries com o uso contínuo do óleo de hortelã-pimenta, que pode ser misturado à pasta de dentes ou ao enxaguante bucal.

Fortalece cabelo e pele

Quando misturado ao shampoo, o efeito refrescante do óleo de hortelã-pimenta energiza o couro cabeludo. Da mesma forma pode ser um poderoso antisséptico, ajudando também a combater a caspa e aliviar a coceira. É ótimo também para dar mais brilho e volume aos fios.

Além disso, muitos produtos premium para o cabelo usam o óleo na composição por ter ação nutriente para os fios e auxiliar no controle da queda capilar. Já na pele pode ser usado para tratar acnes e a rosácea.

benefícios do óleo de hortelã-pimenta Como usar o óleo de hortelã-pimenta

O óleo pode ser usado de forma tópica, diretamente na pele ou misturado a outros produtos, como shampoos e hidratantes corporais. Com toda a certeza é seguro ingerir o óleo de hortelã-pimenta, podendo ser adicionado em chás ou outras bebidas. A princípio ele é utilizado por meio de inalação em difusor na aromaterapia.

Por fim, a recomendação é de até três gotas por dia.

Outros benefícios do óleo de hortelã-pimenta

Ingestão:

Diminui náuseas e enjoos

Alivia a gastrite

Combate a ressaca

Inalação:

Remedia a perda de olfato

Reduz a compulsão alimentar

Melhora a saúde emocional

Uso tópico:

Tem efeito resfriador, aliviando os calores da menopausa

Alivia a febre

Ameniza alergias e urticárias

Combate a fadiga e tensão muscular

Atua como repelente natural

Alivia queimaduras de sol

Efeitos colaterais

A ingestão de óleo essencial de hortelã-pimenta pode causar efeitos colaterais para algumas pessoas, incluindo azia, vermelhidão, feridas na boca e dor de cabeça.

Alguns medicamentos prescritos e medicamentos de venda livre podem interagir negativamente com o óleo essencial de hortelã-pimenta. Os suplementos de óleo essencial de hortelã-pimenta com revestimento entérico podem causar rápida dissolução, levando a azia, náusea e rápida absorção de alguns medicamentos.

Vale destacar que cada caso deve ser avaliado individualmente, já que existem tratamentos naturais e com remédios.

Se você tiver alguma dúvida ou dúvida sobre o uso de óleo de hortelã-pimenta, converse com seu médico antes de usá-lo.

 Fonte: Ecycle e UOL.