Corte químico: o que é e como recuperar o cabelo? Confira 4 dicas

0 65

Se você é adepta de procedimentos químicos nos cabelos, como descoloração, tingimento, permanente ou alisamentos, você certamente já ouviu falar do corte químico. 

Em outras palavras, começamos explicando com um fato: cabelos com química são mais suscetíveis a danos. Geralmente, os fios ficam mais fragilizados e quebradiços após procedimentos no salão, e isso é normal. 

Entretanto, são precisos muitos cuidado para evitar que os fios passem pelo temido corte químico, que pode ocorrer, entre muitos fatores, por incompatibilidade química de procedimentos ou por aplicações indevidas de produtos.

Por isso, quem submete seus fios a procedimentos químicos deve saber dos riscos que seu cabelo está passando – e também entender o porquê de tantos cuidados específicos para cabelos com química. 

Sendo assim, explicamos abaixo o que é corte químico, como identificá-lo, como evitá-lo e o que fazer quando se deseja recuperar os fios já danificados pela química. Vamos lá?

 

corte químico 3
Foto: Pinterest/Reprodução

O que é corte químico?

Primeiramente, o corte químico ocorre uma vez que o cabelo encontra-se muito fragilizado em decorrência de procedimentos químicos feitos em excesso ou incorretamente. 

Em outras palavras, é visível que o cabelo está quebradiço, elástico, com pontas duplas ou triplas e com aspecto emborrachado, quase que desmanchando quando manuseado. 

O corte químico pode ocorrer por vários fatores, e o mais comum deles costuma ser a incompatibilidade de químicas. Já ouviu falar que progressiva e descoloração não combinam? É por isso! Afinal, são químicas que por si só já agridem muito os fios, e quando somados os componentes químicos de cada procedimento, o fio de cabelo simplesmente não suporta e quebra.

Entretanto, o corte químico pode acontecer após variados tipos de procedimento e razões, tal qual a aplicação de produtos muito fortes em cabelos frágeis, ou por não respeitar o tempo recomendado de uso para cada produto. 

Identificando o corte químico

Alguns dos sintomas do corte químico são bem visíveis e fáceis de serem observados, como:

  • Elasticidade absurda dos fios, que mostram que a estrutura do cabelo está danificada
  • Cabelos quebradiços, desmanchando nas mãos quando manuseados
  • Fios opacos e porosos, que não reagem a produtos de tratamento e aparentam estar muito danificados
  • Pontas duplas ou até triplas, ou pontinhos brancos em todo o comprimento do fio
  • Queda ou quebra do cabelo em mechas, geralmente em determinada altura do fio (onde começou a ser aplicada a química)
corte químico 2
Foto: Pinterest/Reprodução

Como evitar corte químico nos cabelos?

Já dizia o ditado popular, “é melhor prevenir do que remediar”. Afinal, é relativamente fácil evitar o corte químico nos fios. Um simples teste de mecha, por exemplo, já pode te salvar de um enorme problema.

Teste de mecha

Antes de realizar qualquer procedimento químico, você deve conferir se o seu cabelo resiste à química. Isto é, se o seu fio aguenta ou não a transformação, já que cada cabelo é único e tem limites diferentes.

Portanto, procure um profissional e siga todas as recomendações antes de realizar um teste de mecha: seja com descoloração, progressiva ou qualquer outro tratamento químico. Sobretudo, o teste de mecha consiste no uso de uma mecha pequena de cabelo, geralmente em uma área pouco visível, para ser “teste” do produto. Dessa forma, você consegue prever a reação do seu cabelo – se ele vai aguentar as químicas, se vai quebrar, se vai danificar. O ideal é realizar testes de mecha antes de qualquer grande mudança.

Profissionais de confiança

No entanto, vale reforçar que você sempre busque profissionais de confiança para realizar procedimentos químicos nos seus fios, ou seja, procure um cabeleireiro especializado em químicas antes de qualquer mudança drástica.

Ainda é válido mencionar que um bom profissional jamais vai afirmar que descoloração e progressiva são químicas possíveis de serem realizadas juntamente. Um cabeleireiro especialista em químicas sempre vai te orientar sobre possíveis danos que o fio pode sofrer, assim como deve realizar um teste de mecha. 

Por isso, busque por alguém que saiba o que está fazendo – isso inclui você evitar descolorir ou aplicar químicas pesadas nos seus cabelos sozinha em casa, sem orientação. Sempre procure ajuda e tome cuidado antes de mudanças drásticas, combinado? Assim, você evita que seus fios sofram danos leves ou agressivos, e preserva a saúde dos seus cabelos.

corte químico 5
Foto: Pinterest/Reprodução

Entretanto, quando o corte químico já aconteceu, há algumas dicas para amenizar os danos e te ajudar na reconquista do aspecto saudável dos fios. Vamos lá?

Como recuperar os cabelos após corte químico?

Se o seu cabelo já está danificado após o corte químico, tenha calma. Existem algumas dicas que podem te ajudar no processo de restaurar a saúde, brilho e vitalidade do seu cabelo, mas é preciso paciência e disposição para os cuidados. Confira:

Cronograma capilar, por favor!

O trio hidratação, nutrição e reconstrução nunca foi tão necessário quanto após um corte químico. Acredite: bons produtos e uma boa rotina de cuidados capilares pode salvar seus cabelos.

Vale ressaltar que, após químicas agressivas ou até mesmo após um corte químico, dificilmente os cabelos vão voltar à textura de antes. Porém, boas máscaras, shampoos menos agressivos e bons finalizadores e protetores térmicos podem salvar o que restou da estrutura dos seus cabelos.

Por isso, invista em produtos de qualidade e específicos para fios danificados e com química. Assim, você ameniza os danos e potencializa a reconstrução, nutrição e hidratação dos seus cabelos. 

Porém, é claro, o cronograma capilar é uma opção que toma tempo e paciência: é preciso meses de cuidados para compensar os danos do corte químico.

Nada de químicas. Repito: na-da de químicas!

Se o seu cabelo sofreu corte químico, a última coisa que ele precisa agora é mais um procedimento químico. Sabemos que muitas vezes é inevitável tentar reparar os danos com mais mudanças drásticas, porém você deve evitar químicas nos cabelos por meses ou até mesmo anos.

Sendo assim, espere os seus fios se recuperarem e a saúde retornar aos seus cabelos, combinado?

corte químico 4
Foto: Pinterest/Reprodução

Evite secador, chapinha ou babyliss

Se você está tentando recuperar seus fios após um corte químico, fuja de equipamentos de calor. Esses aparelhos por si só já danificam a estrutura dos fios, e também podem deixá-los mais elásticos. Dê um tempo! 

Corte

É hora de aceitar que cortar o cabelo pode te ajudar a superar os danos do corte químico – muitas vezes irreversíveis! 

Portanto, para retomar a estrutura ideal e o aspecto saudável dos seus cabelos, nada como a boa e velha tesoura para acelerar esse processo. 

Entretanto, muitas vezes só cortar as pontinhas já pode ajudar contra a quebra e a elasticidade dos fios, já eliminando aquele aspecto danificado do cabelo. De qualquer forma, aqui a tesoura é sua amiga! 

E aí, você está sofrendo com o corte químico? Esperamos que essas dicas tenham te ajudado na luta para recuperar os fios. Boa sorte!

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy