Semente de chia é rica em proteínas e pode ajudar no emagrecimento

A semente de chia está entre os alimentos mais saudáveis do planeta. Cerca de 14% do seu conteúdo é composto por proteínas,  além de também conter grandes quantidades de fibras, ácidos graxos ômega-3 e inúmeros minerais essenciais.

O que é e pra que serve a semente de chia?

Naked Foods

 

As sementes de chia são frequentemente chamadas de “superalimento” ou, ainda, alimento funcional. São conhecidos assim os alimentos que oferecem inúmeros benefícios para a saúde além do seu valor nutricional.

Assim como outras sementes nutritivas, a chia também virou queridinha da indústria da dieta e faz sucesso entre os adeptos da alimentação saudável. Isso porque ela pode ajudar a reduzir o apetite, melhorar os níveis de açúcar no sangue, aumentar a sensação de saciedade e ainda fornecer uma quantidade incrível de vitaminas e aminoácidos essenciais.

Historicamente falando,  as sementes de chia provêm da planta Salvia hispanica L. e foram uma das principais culturas alimentares no México e na Guatemala.  Conta-se que a chia é cultivada como fonte de alimento desde 3500 aC. Sua fama era tanta que as sementes chegavam a ser oferecidas aos deuses astecas em cerimônias religiosas.

De acordo com relatórios da indústria, o mercado global de chia deverá atingir mais de 2 bilhões de dólares em vendas até 2022.

 

Reprodução

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Segundo o portal da Escola de Saúde de Harvard, apenas 2 colheres de sopa de sementes de chia (28 gramas) contêm cerca de 140 calorias, 4 gramas de proteína, 11 gramas de fibra, 7 gramas de gordura não saturada, 18% da recomendação diária de ingestão para cálcio e minerais, incluindo zinco e cobre.

Além disso, a chia é a fonte vegetal mais rica em ácidos graxos ômega-3.  Pelos motivos expostos anteriormente, as sementes de chia são consideradas uma proteína de cadeia completa, contendo todos os nove aminoácidos essenciais que não podem ser produzidos pelo organismo. Portanto, é uma opção excelente para ser incluída no cardápio dos adeptos à dieta vegetariana.

Principais benefícios da da semente de chia para a saúde

Nourish You

 

Desde que a chia ganhou popularidade mundial, os estudos sobre seu consumo se tornaram cada vez mais explorados. Na sequência, você confere os principais benefícios de acordo com a ciência:

 

O alto teor de fibras e proteínas na semente de chia pode ajudar no emagrecimento

 

Em primeiro lugar, ressaltamos que embora as pesquisas sejam preliminares,  muitos especialistas em saúde acreditam que o consumo regular de chia pode ajudar na perda de peso.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Isso ocorre porque a fibra solúvel  das sementes absorve grandes quantidades de água e se expande dentro do estômago, o que deve aumentar a sensação de saciedade e ainda  retardar a absorção dos alimentos (2).

De fato, um estudo descobriu que comer sementes de chia no café da manhã aumentava a saciedade e reduzia a ingestão de alimentos a curto prazo. (3)

Embora seja improvável que a chia sozinha promova emagrecimento, muitos especialistas acreditam que elas podem ser uma complemento útil em uma dieta para perda de peso.

Por exemplo, em um estudo de 6 meses em pessoas obesas com diabetes tipo 2 com dieta hipocalórica, ficou concluído que comer chia diariamente causava perda de peso significativamente maior do que a ingestão do placebo. (4)

Sementes de Chia também são ricas em antioxidantes

Reprodução

Outra área em que as sementes de chia brilham é no seu alto teor de antioxidantes. Esses, por sua vez,  combatem a produção de radicais livres, que podem danificar as moléculas celulares e contribuir para o envelhecimento e doenças como o câncer.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Embora os benefícios dos suplementos antioxidantes sejam debatidos, os pesquisadores concordam que a ingestão de antioxidantes via alimentação pode ter efeitos positivos na saúde (5).

 

Comer chia regularmente pode reduzir o risco de doenças cardíacas

 

Dado que as sementes de chia são ricas em fibras, proteínas e ômega-3, elas podem reduzir o risco de doença cardíaca.

Seus benefícios foram examinados em vários estudos, e embora os resultados ainda sejam inconclusivos, o balanço é favorável.

Estudos preliminares em roedores, por exemplo, mostraram que as sementes de chia podem reduzir certos fatores de risco. Isso inclui triglicerídeos, inflamação, resistência à insulina e gordura localizada na barriga. A ingestão da semente também podemaumentar o “bom” colesterol HDL. (6)

Além disso, alguns estudos mostram que as sementes de chia reduzem significativamente a pressão arterial em pessoas com hipertensão, que é um forte fator de risco para doenças cardíacas.

 

Como consumir a semente de chia?

Nyssa’s Kitchen

Por fim, saiba que essa semente não possui gosto e pode ser adicionada a sucos, saladas, smoothies, sopas e outras preparações.

Além disso, o pudim de chia também é uma receita cheia de nutrientes, que pode ser preparada no dia anterior e fica uma delícia no café-da-manhã.

Siga-nos no 
dieta vegetariana
Comentários (0)
Comentar