Arteterapia: o que é e quais os benefícios da técnica?

0 37

Você sabia que as artes podem melhorar a sua saúde mental? A expressão e a comunicação não-verbal dos processos artísticos são considerados terapêuticos porque atuam sobre o fator emocional e, assim, nos ajudam a desenvolver o autoconhecimento. Dessa forma, a arte pode promover sensação de bem-estar, melhorar a saúde mental e, sobretudo, promover consciência sobre nossas dificuldades emocionais e sociais. A arteterapia é uma técnica que usa as artes como ferramenta para que possamos entrar em contato com nossos medos, angústias, mágoas e outros sentimentos e emoções que influenciam diretamente no nosso desenvolvimento.

O que é arteterapia?

Arteterapia
Foto: Pixabay

Arteterapia é uma técnica terapêutica desenvolvida com o objetivo de promover a externalização de medos, angústias, mágoas e outros sentimentos e emoções que podem afetar nosso desenvolvimento pessoal e social. Segundo a terapeuta holística Aline Soares, “A arteterapia usa a expressão artística como uma forma de colocarmos para fora tudo aquilo que nos incomoda e nos atrapalha de levar uma vida plena. Por meio dela, é possível entrar em contato com sentimentos e emoções. Ela promove o autoconhecimento, facilita a compreensão, a reflexão e a mudança de comportamento de uma forma bem leve”.

Assim como outras terapias alternativas, a arteterapia é uma terapia complementar, ou seja, não substitui os tratamentos médicos e nem a psicoterapia. Além disso, é importante lembrar que, para obter os benefícios, você deve procurar terapeutas que estudaram a técnica. Aline adverte que “Para ter efeito terapêutico, as expressões artísticas precisam ser orientadas para isso. É diferente de uma escola de artes. Além disso, o terapeuta tem que ter a sensibilidade para entender e traduzir o que ele tem como resultado ao final da sessão”.

Quais são os benefícios da técnica?

Cerâmica
Foto: Sail Dancer

A arteterapia pode ser de grande ajuda para aliviar os sintomas de doenças como a ansiedade e a depressão. “Além disso, ela vem se mostrando uma forma eficaz de ajudar pessoas a encontrarem seu caminho. Isso porque, por meio da expressão artística, muitas acabam entendendo o que sentem em relação diferentes situações e pessoas. Assim, ela pode colaborar, por exemplo, em um caso de transição de carreira, especialmente quando a pessoa ainda está um pouco perdida sobre o rumo que deve tomar”, avalia a terapeuta.

Normalmente, a arteterapia é relacionada às artes manuais. Mas, segundo Aline, existem outras formas de expressão que têm efeitos terapêuticos: “Música, dança e técnicas teatrais também são ótimas opções. No caso das mulheres, a dança é uma opção incrível porque melhora a autoestima e isso reverbera em outras esferas, como nos relacionamentos, por exemplo”. Já as artes manuais (desenho, pintura, tecelagem, modelagem e escultura), os jogos teatrais e a música, ainda de acordo com a terapeuta, promovem autoconhecimento, equilíbrio emocional, relaxamento, bom humor e sensação de bem-estar.

Quem pode fazer arteterapia?

Arteterapia
Foto: Pixabay

Embora sua aplicação seja mais comum com crianças, a arteterapia é benéfica para pessoas de todas as idades. A boa notícia é que você não precisa ter aptidões artísticas para fazer essa terapia alternativa. Isso porque, segundo Aline, “O objetivo não é julgar o mérito artístico e nem avaliar a pessoa ou o trabalho que ela fez. Ou seja, não importa qual é o resultado estético. O foco é a expressão dos sentimentos e emoções. O importante é colocar tudo para fora e entender o resultado como um simbolismo”.

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy