Método Koan: conheça a técnica budista que tranquiliza a mente

0 25

Você já ouviu falar no Método Koan? Há quem ache que a meditação não é para todo mundo. Mas, na verdade, essa prática é muito saudável e qualquer um pode tentar! É por isso que existem diversas técnicas diferentes de meditação, assim pessoas de diferentes temperamentos e personalidades, com rotinas e crenças diversas, também podem aproveitar os benefícios da prática. Talvez esse método seja o que estava faltando para você começar a meditar!

A meditação ajuda a conectar a mente e o corpo e a acalmar os pensamentos, mas atingir o estado meditativo não é tão simples assim. Com o Método Koan chegar nesse ponto pode ficar mais fácil.

O que é o Método Koan?

método koan
Imagem: Reprodução / Pexel.

 

Esse método de meditação surgiu há cerca de 900 anos, dentro do Budismo Zen Japonês, com o objetivo de atingir a expansão da consciência, promover autoconhecimento e chegar no estado meditativo com mais facilidade.

O que são Koans?

São são afirmações, perguntas e pequenas narrativas ou diálogos enigmáticos, ou seja, nenhum deles têm uma resposta certa. Isso porque, o objetivo dos Koans é mostrar que nem tudo tem solução e nem sempre teremos resposta para tudo.

Além disso, alguns dos Koans têm alguma reflexão que pode ser aplicada à vida pessoal, em diferentes sentidos.

Como usar o Método Koan?

Sentado, deitado, ou na posição que achar mais confortável, escolha um Koan para se concentrar.

Questões abordadas no Método Koan

  • Quem sou eu?
  • Qual é a essência da alma?
  • Como tirar esse elefante branco da sala?
  • Como tirar o ganso de dentro de uma garrafa de vidro sem quebrá-la?

Contos do Método Koan

1. Koan: A xícara de chá

método koan
Imagem: Reprodução / Pexel.

 

Certo dia, Nan-in, um mestre japonês da Era Meiji, recebeu a visita de um professor universitário, que desejava aprender mais sobre o Zen. Antes de tudo, o mestre serviu chá ao convidado em uma xícara e, mesmo depois de cheia, continuou a colocar chá, até que transbordasse.

Ao ver o que estava acontecendo, o professor disse: “Chega! Já está cheio, não precisa colocar mais!”. E o mestre Nan-in respondeu: “Assim como essa xícara, você é cheio de suas próprias opiniões e especulações. Então como posso ensinar o Zen a você até que esvazie sua xícara?”.

Reflexão: somos cheios de ideias e preconceitos que nos impedem de chegar à plenitude de pensamentos e de estarmos abertos a novos conhecimentos.

2. Koan: Uma moça na estrada

método koan
Imagem: Reprodução / Pexel.

 

Dois monges chamados Ekido e Tanzan viajavam em uma estrada repleta de lama, quando uma tempestade começou a cair. Os dois, então, correram para se proteger e, no meio do caminho, encontraram uma moça na estrada, vestida com um quimono de seda, o que a impedia de continuar seu trajeto, por conta da lama.

Vendo o que estava acontecendo, Tanzan ofereceu-se para levar a jovem nas costas, ajudando-a a ultrapassar a lama em segurança e ela aceitou. Ekido, por sua vez, não disse uma palavra se quer sobre a atitude do amigo, até chegarem no templo.

 Incomodado com a situação, o monge Ekido questionou: “Nós monges não devemos chegar perto de mulheres, principalmente das jovens e belas. Então por quê você fez aquilo?”. Então Tanzan respondeu: “Eu deixei a jovem na estrada, por que você ainda está carregando-a?”.

Reflexão: às vezes, continuamos a carregar o peso de acontecimentos que já passaram, deixando a felicidade cada vez mais longe.

3. Koan: Assumindo a culpa

método koan
Imagem: Reprodução / Pexel.

 

Ao atrasar a preparação do jantar do mestre Fugai, do Sate Zen e de seus discípulos, o cozinheiro apressado foi até o jardim e colheu a ponto dos vegetais verdes. Logo após, preparou uma sopa com todos os vegetais. Mas, não percebeu que, com toda a pressa, havia colocado também a cabeça de uma cobra.

Os discípulos de Fugai acharam a sopa deliciosa e elogiaram o cozinheiro. Porém, quando o mestre achou a cabeça da cobra, questionou o chefe, mostrando-a: “O que é isto?”.

Rapidamente, o cozinheiro respondeu: “Oh, obrigado, mestre”, comendo a cabeça.

Reflexão: é preciso coragem para assumir a responsabilidade pelos seus próprios erros e atitudes.

 

Quer saber mais sobre meditação? Leia também:

+ Plexo Solar: Você Sabe O Que É E Como Influencia Sua Vida?

+ Como Meditar: Benefícios Da Meditação E Técnicas Para Começar Já

+ Meditação E Yoga Online: 5 Canais Gratuitos Para Você Começar A Praticar

+ Meditação Para Ansiedade: Como Fazer E Benefícios Da Prática

+ Incenso Natural Para A Harmonização Do Ambiente E O Autocuidado

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy