Esmalte em gel faz mal? Tire suas dúvidas antes do procedimento!

Quem por aí gosta de manter as unhas bem cuidados por bastante tempo e tem cogitado alongar as unhas por meio do esmalte em gel? Essa técnica permite que você fique com as unhas coloridas e grandes por bastante tempo.

 

Foto: Reprodução/Pinterest

 

Isso pode ser super prático caso você precise estar sempre arrumada para o trabalho ou para uma viagem de média duração. Ou simplesmente porque gosta de manter as unhas sempre maravilhosas!

Muito bom não ter que se preocupar com as unhas por um certo período de tempo, não é verdade? Mas o uso do esmalte em gel tem prós e contras e você precisa saber de tudo isso antes de agendar seu procedimento!

 

Esmalte em gel faz mal?

Bom, primeiramente, é preciso que você entenda os riscos do esmalte em gel. Apesar de linda e altamente durável, essa técnica pode ser um pouquinho mais agressiva para as unhas.

Afinal, manter o efeito perfeito de esmaltação e tamanho não é algo simples, necessitando de produtos químicos mais agressivos para confecção e fixação do esmalte em gel.

 

Foto: Reprodução/Pinterest

 

E como você perceberá a seguir, vários produtinhos são aplicados na unha neste processo. Em seguida, é preciso levar as mãos até uma cabine emissora de raios UVB e UVA para ativar os componentes químicos presente nestas substâncias. Isso fará com que as unhas fiquem rígidas, se tornando resistentes à quebra e os descascadinhos chatos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como funciona a técnica de esmaltação em gel?

O esmalte em gel é colocado em suas unhas através de uma série de etapas. Em primeiro lugar, você terá suas unhas lixadas, limpas, cortadas, as cutículas removidas…Enfim, todo aquele processo que você já conhece caso frequente a manicure. Normal, nada diferente do que já está adaptada!

 

Foto: Reprodução/Pinterest

 

O diferencial vem em seguida, com a aplicação de uma base que permite que o esmalte em gel tenha melhor fixação às unhas, chamado primer. Em seguida, você receberá nas unhas uma base para esmalte em gel. Agora, é o momento em que suas mãos entram em uma cabine que emite luzes UVB e UVA, responsáveis por formar em cama rígida em cima das unhas.

Ficou bem sequinho? Então é hora de aplicar a primeira camada de gel para modelar as unhas e em seguida receber um pouco mais de raios UVB e UVA para que este esmalte em gel fique firme, dando a sensação de unhas alongadas.

 

Foto: Reprodução/Pinterest

 

Agora é a hora de decorar as unhas com cores e detalhes de sua preferência. Lembre-se de escolher cores que você gosta bastante, já está habituada ou sabe que combinará com a maior parte dos look que irá vestir nos próximos dias, para não enjoar. Após a aplicação do esmalte em gel colorido, as mãos voltam para a mini cabine emissora de raios UVA e UVB para enrijecimento do esmalte.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Para finalizar o procedimento, a sua manicure irá aplicar agora um esmalte com função de selagem, o que permitirá que as unhas fiquem menos propensas a descascar ou quebrar. Por fim, suas mãos irão novamente até a cabine de luz para finalização do esmalte em gel.

 

Quanto tempo dura o esmalte em gel?

Este procedimento dura em média 15 dias. E para remover o esmalte em gel é preciso que você volte em sua manicure, pois esse tipo de produto não sai com os removedores que usamos em casa. Por isso, é preciso aplicar produtos profissionais a base de acetona, que, mediante as técnicas corretas, removerão o esmalte em gel das unhas.

E aí, o que fazer depois disso? Nós te recomendamos que espere um pouco antes de usar o esmalte em gel novamente. Esse procedimento, quando feito muitas vezes e sem um intervalo adequado para que as unhas se recuperem, pode causar efeitos que você quer evitar! Como unhas quebradiças e sem brilho.

 

Foto: Reprodução/Pinterest

 

“Este processo causa desgaste, afinamento e desidratação das unhas, podendo levar a danos intensos e duradouros” alerta a médica dermatologista Cristina Figueira de Mello, assistente do Ambulatório de Cabelos e Unhas do Hospital das Clínicas da UNICAMP, para o portal da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Cuidados com o esmalte em gel

Bom, como nós já te avisamos, o ideal é que exista um intervalo de pelo menos uma ou duas semanas entre as sessões. Afinal, se você recorreu até esta prática, é porque quer deixar as unhas lindas e firmes, e não o contrário, não é verdade?

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Foto: Reprodução/Pinterest

 

Além disso, busque aplicar protetor solar nas mãos pelo menos 20 minutos antes do procedimento. De acordo com a Drª Cristina Figueira de Mello, não existem indícios concretos de que a exposição aos raios UVB e UVA no momento de aplicar o esmalte em gel são nocivos à pele a ponto de causar complicações. Entretanto, é melhor não arriscar.

 

Contraindicações ao uso de esmalte em gel

Primeiramente: busque um salão e um profissional qualificado para a realização de suas unhas em gel.  Ademais, este tipo de procedimento não é indicado para crianças, pessoas com unhas extremamente frágeis, com micoses ou outras doenças.

 

Foto: Reprodução/Pinterest

 

Além disso, quem tem doenças de pele como lúpus ou faz uso de medicamentos fotossensibilizantes não devem usar esmalte em gel. A contraindicação também se estende a pessoas em tratamento contra o câncer.

E aí, já decidiu se o esmalte em gel vale a pena para você? Caso decida fazer, lembre-se dos cuidados que te ensinamos acima!

 

Gostou deste conteúdo? Leia também:

+ Como deixar as unhas mais fortes e longas? 8 dicas infalíveis e comprovadas

+ Removedor de esmalte: descubra porque você deve parar de usar acetona

+ Unha quadrada: saiba como ter esse clássico em suas mãos!

Siga-nos no 
Comentários (0)
Comentar