Dormir de cabelo molhado é ruim? Veja o que é mito ou verdade

0 95

Dormir de cabelo molhado é uma prática comum na vida das mulheres que têm uma rotina bem agitada. Pode acontecer de à noite ser o único momento para lavar os fios e assim acabar adormecendo com ele molhado ou ainda úmido. Mas será que prejudica os fios dormir sem secar o cabelo e faz mal para a saúde?

A Pajaris fez um guia sobre o assunto e irá tirar suas principais dúvidas sobre dormir ou não com o cabelo molhado. Assim, você poderá tomar as melhores decisões sobre os fios e ainda conseguir ter um cabelo mais saudável e bonito, fugindo de qualquer problema capilar.

Faz mal dormir com o cabelo molhado?

A resposta é bem simples e direta: sim. Dormir com os fios molhados traz mais problemas para a saúde capilar do que muitos imaginam. Descubra posteriormente todos os malefícios que esse hábito causa:

Dormir de cabelo molhado
Quais sãos os malefícios de dormir com os fios molhados? (Foto: Freepik/Reprodução)

Aumenta a quebra e queda os fios

Dormir com o cabelo molhado pode deixar o fio mais frágil e com isso o atrito feito no travesseiro na hora de dormir pode provocar a quebra. Os fios podem começar a cair com mais frequência, mesmo seco, quando se tem esse hábito de dormir com os fios molhados.

Pode piorar a caspa

Se você está com caspa e não sabe qual é o motivo do surgimento, dormir com os fios molhados pode ser a resposta. A umidade dos fios quando dorme pode piorar e muito as caspas. Se você já sofre naturalmente com esse fungo, cuidado para não piorar e transformar um uma seborreia.

Pode causar dermatite

A seborreia é uma dermatite, mas não é o único sintoma que o seu couro capilar pode sofrer por maus hábitos. Dormir com os fios molhados pode causar outros problemas de dermatite, como vermelhidão no local, coceira, descamação do couro, bolhas e sensação de ardência. Por esse motivo é tão importante secar os fios antes de dormir.

É verdade que dormir de cabelo molhado deixa resfriado?

É um mito bem comum quando se trata de dormir com os fios molhados. Ao contrário do que muitos antigos pensam, não é possível contrair um resfriado dessa forma. Isso acontece porque o resfriado e a gripe são doenças causadas por vírus que circulam no ar e entram no corpo pelo sistema respiratório. Mas, mesmo não causando o resfriado, fique atento aos problemas citados acima.

O que fazer quando for dormir com o cabelo molhado?

Dormir de cabelo molhado
Mitos e verdades sobre dormir com o cabelo molhado (Foto: Unsplash/Reprodução)

Se você está acostumada a dormir com os fios, saiba que não é recomendado em hipótese nenhuma esse hábito. Mas existe formas de ir se acostumando a dormir com os fios secos. Ao sair do banho, retire todo o excesso de água com uma toalha, dê preferência de algodão para não agredir os fios. Após, seque o seu cabelo retirando a água que sobrou, deixando apenas úmido. Não prenda o cabelo ao dormir e prefira fronhas de cetim para não quebrar os fios. Mas lembre-se, dormir de cabelo molhado é apenas em caso de extrema necessidade e não deve se tornar um hábito.

Secar o cabelo antes de dormir é a melhor opção

O uso do calor produzido pelo secador e chapinha, em excesso também faz mal, mas ainda sim é a melhor opção para os fios. Ao contrário da umidade do cabelo durante à noite, que não existe uma maneira de proteger os fios, é possível secar e continuar com o cabelo saudável. Para isso, utilize protetor térmico antes de usar o calor. Escolha um produto específico para o seu tipo de cabelo. Além disso, não encoste o secador nos fios, isso pode queimar o cabelo.

Tem algum problema hidratar o cabelo à noite?

Não, hidratação pode ser feita no cabelo à noite, mas é preciso fazer da maneira correta. A hidratação mais indicada para fazer nesse período é a umectação. É usado um óleo vegetal e aplicado em todo o comprimento dos fios, cuidado para não depositar na raiz. O cabelo é envolvido em uma touca de cetim, que não quebra os fios e na manhã seguinte deve ser lavado normalmente para retirar todos os resquícios de óleo. Esse procedimento deve ser feito apenas uma vez na semana, no máximo. Se o seu cabelo é oleoso na raiz, faça apenas a cada 15 dias e jamais aplique o óleo no couro.

Leia também outros artigos sobre beleza e cuidados femininos:

Esfoliante para os pés: conheça os benefícios e como esfoliar
 Pré-poo caseiro: o que é, benefícios e 3 receitas caseiras para testar já!
Rugas do sono: o que é, como prevenir e quais são os tratamentos

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy