10 mitos sobre sexo que você precisar parar de acreditar

0 26

O sexo já é falado com muita liberdade hoje em dia, mas nem sempre foi assim. O assunto já foi alvo de muitos tabus, dúvidas e mistérios, e para o público feminino a situação é ainda pior. É que até pouco tempo atrás, sexo era um assunto vetado e também podia trazer problemas para quem falasse sobre isso. Mitos sobre sexo acabaram se espalhando ao longo dos anos, seja por conta das pessoas assustadas ou por causa das religiões.

De tanto repetir os mitos, desmenti-los se tornou uma tarefa cada vez mais difícil, e alguns parecem óbvios e outros impressionam muito. Veja 10 mitos sobre o sexo e por quais motivos você não deve acreditar neles.

10 mitos sobre sexo

mitos sobre sexo
(Foto: Divulgação)

 

1. Só existe prazer com penetração

Mito. Primeiramente, devemos lembrar que sexo não é só penetração, e por conta disso, todo estímulo sexual é considerado sexo. Você pode alcançar o orgasmo com sexo oral ou com carícias no corpo, seja pescoço ou seios. A verdade é que existem diversas formas de obter prazer, que não se limita apenas a penetração.

2. Homens gostam mais de sexo do que mulheres

A libido varia de pessoa para pessoa, e não tem nada a ver com gênero. Fatores externos também interferem, como o estresse, por exemplo. O mito ainda existe porque é socialmente mais aceito que o homem goste de sexo, já as mulheres foram educadas para não admitirem que gostam também.

3. Homens gostam de anal e mulheres odeiam

Essa preferência sexual também independentemente de gênero, já que muitas mulheres adoram anal e muitos homens não gostam ou não ligam muito. O fetiche é sempre mais focado na ideia de que o sexo anal é proibido, mas ele não é. Além disso, o sexo anal sempre foi carregado de muitos tabus, como o surgimento de hemorroidas, que ná prazer à mulher e que é sujo. O ânus tem muitas terminações nervosas, e é um ponto de prazer para ambos os sexos. Não há mal algum se existir consentimento do casal e um pouco de higiene.

4. Faz mal engolir esperma – mitos sobre sexo

O esperma contém proteína, espermatozoides e açúcares, basicamente. Então, engolir sêmen não te fará mal, nem te dará dor de barriga. Porém, sexo oral sem proteção pode transmitir doenças, mesmo não engolindo o esperma. Portanto, use camisinha até mesmo no sexo oral.

mitos sobre sexo
(Foto: Divulgação)

5. Tamanho do pé ou mão tem ligação com o tamanho do pênis?

Mito. Já foi comprovado, através de estudos científicos, que o tamanho dos pés ou mãos não tem nada a ver com o tamanho do pênis. Existem vários homens com mãos pequenas que têm pênis maiores, e vice e versa. A lenda que diz que orientais tem membros pequenos e africanos tem membros grandes, também já foi desmentida.

6. Não existe risco de gravidez se não ocorrer a penetração

Se a mulher estiver no período fértil, e o homem ejacular entre as coxas dela, o muco cervical pode facilitar a entrada dos espermatozoides. Se o esperma estiver na borda da vagina, o risco é grande de ser absorvido pelo tecido vaginal, subindo o canal. É uma chance rara, mas não é nula.

mitos sobre sexo
(Foto: Divulgação)

7. Pênis não quebra

Talvez esse seja um dos maiores mitos sobre o sexo, mas apesar do pênis não ter ossos, ele pode sofrer ‘fratura’. Isso porque os corpos cavernosos, que são estruturas que endurecem durante a ereção, podem romper caso sofram algum trauma. O pênis quando está flácido pode ser dobrado facilmente, porém, quando ereto, essas cavidades perdem a elasticidade, após se encherem de sangue.

8. Coito interrompido é seguro

Não confie tanto no ‘Eu tiro antes’, pois a eficácia do coito não depende apenas do homem, fora que não te protege de doenças sexualmente transmissíveis. Além do momento do gozo não ser totalmente racional, o fluido que o pênis expele antes do orgasmo já pode ter espermatozoides.

9. Se estiver menstruada não engravida

Não é algo comum de acontecer, mas também não te deixa livre do risco de engravidar, caso faça sexo desprotegida. Disfunção hormonal ou possível ovulação fora de época pode te surpreender, se confiar na tática.

10. Masturbação tira a virgindade – mitos sobre sexo

A virgindade pode ser interpretada de duas formas, em que a primeira se trata da relação sexual com outra pessoa, e a segunda do rompimento do hímen. Então, a única maneira da mulher perder a virgindade com a masturbação seria com a penetração de alguma coisa, que acaba por romper a película. Porém, o hímen varia de tamanho e resistência, e tem mulheres que até nascem sem ele. Masturbação com carinhos externos e penetrações com brinquedinhos pequenos não irão tirar sua virgindade.

 

Fonte: Universa

Siga-nos no 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy